Cidadeverde.com

Torcida faz River superar Palmeiras e Corinthians e impede "rebaixamento" na Timemania

Reprodução/River A.C.

Foi na reta final do campeonato, ou nos acréscimos da partida, mas o River conseguiu o número de apostas necessário para manter sua cota de repasses da Timemania em 2019. 

Nesta segunda-feira (31), a Caixa Econômica Federal divulgou o ranking após o último concurso do ano da loteria, realizado no dia 29. No acumulado do ano, o time piauiense ficou na 40ª posição - a última possível para permanecer com o mesmo percentual de repasse dos anos anteriores. 

O risco de "rebaixamento" no ranking da loteria foi revelado, há 20 dias, pelo presidente Genivaldo Campelo, em reportagem publicada no Cidadeverde.com. Nas contas feitas por este blog, o Galo poderia deixar de receber pouco mais de R$ 1 milhão ao ano para ficar com cerca de R$ 200 mil no mesmo período. 

Até o penúltimo concurso de 2018, o River era o 42º time no ranking. A diferença para o Bangu (RJ), então 40° colocado, era de 34 mil apostas. 

A diretoria do clube iniciou uma campanha de mobilização, com promoções para os torcedores. E deu certo. 

No último concurso, o River superou clubes como Corinthians e Palmeiras, sendo o quinto mais apostado em todo o país - foram 48.032 bilheres registrados com o time piauiense. O número fez o River terminar o ano na 40ª posição. 


Clique e veja os números completos

Como funciona
Na Timemania, parte do que é arrecadado vai para os clubes participantes. A divisão dos recursos entre eles é feita de acordo com o número de apostas recebidas. Os 20 mais lembrados ficam com 65%. Os 20 seguintes levam 25%. Os últimos 40 colocados dividem apenas 8%. 

Desde 2013, o River faz parte dos 20 clubes que dividem 25% do bolo. Se não tivesse ficado em 40º lugar, o Galo iria ratear 8% do destinado aos participantes da loteria com outros 39 times.

Veja como ficou o ranking final de 2018: