Cidadeverde.com

Agora atleta do Ceará, Letícia Lima conquista primeiras medalhas de 2019

Foto: Acervo Pessoal

A velocista piauiense Letícia Lima conquistou, neste fim de semana, suas primeiras medalhas na temporada 2019: ouro nos 100 e 400 metros rasos no Festival de Atletismo em Fortaleza (CE). 

Por sinal, a capital cearense é a nova casa de Letícia, agora atleta da Unifor. Por conta disso, nas competições nacionais, veremos a partir de agora um CE ao invés do PI nos seus resultados.

A universidade privada ofereceu a graduação em Fisioterapia sem custos para Letícia Lima, além de um apartamento para ela morar, plano de saúde (custo estimado de R$ 800), cesta básica e um cartão para alimentação no valor de R$ 400, e uma ajuda de custo de R$ 1 mil. 

É recursos, estudos, casa e comida. Nem precisava a roupa lavada, eu até casava com uma proposta dessas. 

Houve uma tentativa para manter Letícia Lima no Piauí, um esforço de pessoas receosas com o impacto negativo da saída da atleta para o esporte no estado. Os patrocínios conquistados, no entanto, não cobriram o que a velocista passou a ter no Ceará. 

Bom para Letícia, que terá menos preocupações para crescer na sua carreira. Mas o atletismo do Piauí perde um pouco por não tê-la treinando aqui, lado a lado de outros atletas que podem se inspirar nela. 

E perdemos pela demonstração de incapacidade/falta de empenho para garantir o mínimo que um atleta precisa. Ou vocês acham que o que foi oferecido a ela é algo impossível no Piauí?

Mais medalhas
O Piauí foi ao pódio no mesmo festival com outros atletas que foram até Fortaleza especialmente para a competição: Franciele Cerqueira, Augusto César, Gabriela Fontinele, Victor Raphael, Ana Luiza, Pedro Wenderson, João Falcão e outros nomes conquistaram também conquistaram bons resultados no torneio.