Cidadeverde.com

Lanterna, Piauí vence Parnahyba e segue vivo no Campeonato Piauiense

  • piaui-parnahyba-elziney-3.jpg Elziney Santos / FFP
  • piaui-parnahyba-elziney-2.jpg Elziney Santos / FFP
  • piaui-parnahyba-elziney-1.jpg Elziney Santos / FFP
  • Untitled-1.jpg Elziney Santos / FFP
  • uioçç.jpg Elziney Santos / FFP
  • sfdsdfg.jpg Elziney Santos / FFP
  • sfdgdsfg.jpg Elziney Santos / FFP
  • hkjlhjkl.jpg Elziney Santos / FFP
  • hgkjklnkjl.jpg Elziney Santos / FFP
  • gfdghdfgh.jpg Elziney Santos / FFP
  • fhjfghjj.jpg Elziney Santos / FFP
  • dgfhdgfh.jpg Elziney Santos / FFP
  • dfgdfg.jpg Elziney Santos / FFP
  • dethgdgh.jpg Elziney Santos / FFP
  • b1339173-4ffb-4399-8e91-37ea13f567a4.jpg Elziney Santos / FFP

Se os resultados no futebol são incertos, a exatidão da matemática mantém o Piauí vivo no Campeonato Piauiense. Na penúltima rodada do torneio, o lanterna conseguiu sua segunda vitória em 2019 e continua com chances de classificação para as semifinais. 

Na tarde deste sábado (9), no Lindolfo Monteiro, o time rubroanil derrotou o Parnahyba por 2 a 0. Agora com 7 pontos, o Piauí precisa vencer o River na última rodada, no dia 27 de março, e torcer contra Flamengo, que visita o 4 de Julho, e Parnahyba, que recebe o Altos. 

Em uma tarde de forte calor, contrastando com as chuvas das rodadas anteriores, o Piauí abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo. Na cobrança de falta, Índio recebeu a bola e chutou forte para marcar o primeiro gol. 

O Parnahyba reagiu na etapa final. Aos 11 minutos, Vagner cobrou falta e acertou o travessão. A trave ainda tremia no minuto seguinte, quando Nilsinho chutou forte e forçou Robson a fazer grande defesa. 

Para fazer valer o ditado "Quem não faz, leva", o Piauí ampliou aos 13 minutos. Na grande área, Nil chutou, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro do Parnahyba: 2 a 0.

No fim da partida, torcedores do Parnahyba protestaram contra jogadores na saída do estádio Lindolfo Monteiro. O técnico Aroldo Moreira reconheceu problemas do time e disse se sentir envergonhado pela derrota para o lanterna.