Cidadeverde.com

Altos treina finalizações e pode ter até 4 atacantes em jogo decisivo

  • treino-altos-lindolfo-1.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-2.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-3.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-4.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-5.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-6.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-7.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-8.jpg Letícia Santos/Cidade Verde
  • treino-altos-lindolfo-9.jpg Letícia Santos/Cidade Verde

Precisando vencer o Maranhão no próximo domingo (9), de preferência por uma boa margem de gols, o Altos treinou pode entrar em campo até com quatro atacantes na última rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. 

A informação foi dada pelo técnico Leandro Campos, antes do treino desta quarta-feira (5) no estádio municipal Lindolfo Monteiro, em Teresina, local da partida decisiva deste fim de semana. 

A possibilidade de uma formação mais ofensiva depende da presença ou não do zagueiro Dudu Gago no time titular. O jogador demonstrou insatisfação no clube nos últimos dias, o que Leandro Campos classificou como problema a ser solucionado. 

- Vamos ver se conseguimos resolver esse problema, para que a gente possa até, dentro de uma situação, se for até necessário, entrarmos até com quatro atacantes, como temos feito até no transcorrer dos jogos. 

Quase certa mesmo é a ausência do zagueiro Ramon Baiano, que viajou para resolver problemas particulares e não deve entrar em campo. 

O Altos tem 6 pontos no Grupo A05 da Série D. O Jacaré precisa vencer para chegar a 9 pontos e terminar a primeira fase na vice-liderança. Caso o Central-PE derrote o Atlético-CE no outro jogo da chave, a vitória do Jacaré terá de ser por quatro ou mais gols de diferença.

Coincidência ou não, o trabalho desta quarta-feira foi de finalizações, quesito no qual o Jacaré ficou devendo na derrota por 1 a 0 para o Atlético-CE, no último sábado (1º).  

Leandro Campos não quer o Altos preocupado em fazer goleada ou com a calculadora. A prioridade é vencer o Maranhão. 

- Todos eles estão cientes que o mais importante é estar focado no jogo e dentro do possível ficar acompanhando os resultados.