Cidadeverde.com

Whindersson Nunes critica Federação de Karatê do Piauí; entidade rebate

O humorista Whindersson Nunes criticou publicamente, em seu perfil no Twitter, a Federação de Karatê do Estado do Piauí, por supostamente desestimular sua irmã em competições no Piauí. A entidade divulgou nota rebatendo as declarações do artista. 

"Fui assistir minha irma lutar, ela tá lutando pela federação paulista já que o presidente da federação piauiense de karatê botou tanto ela pra baixo. O esporte piauiense como sempre incentivando seus atletas", publicou Whindersson, no final da manhã de ontem (9), sem especificar qual federação de Karatê - há divisões como o Karatê Interestilos e o Karatê-Dô, todos com suas respectivas entidades. 

No fim da noite de ontem, o presidente da Federação de Karatê do Estado do Piauí (FKEPI), João Soares Neto, publicou uma nota na ferramenta Stories do seu perfil no Instragram. O professor disse que a atleta Hagda Nunes integrou a seleção piauiense quando não havia representante em sua categoria. 

"A atleta em questão, desde o início, não teve um bom feedback com a seleção piauiense e o corpo gestor da federação, pois a atleta não comparecia aos treinos da seleção, tampouco de sua associação. A atleta desobecedeu a diversas regras impostas a todos os atletas em competições e se mostrou insubordinada e não respeitou a qualquer opinião dos professores, técnicos e árbitros", diz a nota. 

O presidente da federação acrescentou que a falta nos treinos resultou em resultados ruins nas competições, e que as medalhas conquistadas pela carateca foram em decorrência de ausência de outras atletas para completarem o pódio.