Cidadeverde.com

Notícia boa para começar bem o mês de outubro...

... pelo menos, para mim. Chegou a hora de descansar (de novo). 

Em setembro, foi apenas uma semana de férias. Agora serão outras três. Retorno aos trabalhos no dia 21 de outubro. 

Durante esse período, atualizações neste blog estarão suspensas, retornando no final de outubro. O mesmo ocorre com os comentários no podcast (arquivos antigos seguem disponíveis no iTunes, Deezer e Spotify). 

Na Rádio Cidade Verde, Wellyson Costa e Pablo Cavalcante levarão para vocês as notícias do esporte no Acorda Piauí e Cidade Verde Notícias. 

Até a próxima ;)

Badminton: piauienses medalhistas do Pan conquistam três ouros na Guatemala

  • bad-guatemala-ouro-3.jpg Foto: Arquivo Pessoal
  • bad-guatemala-ouro-2.jpg Foto: Arquivo Pessoal
  • bad-guatemala-ouro-1.jpg Foto: Arquivo Pessoal

Jaqueline Lima, Samia Lima, e os irmãos Fabrício e Francielton Farias, conquistaram juntos três medalhas no Guatemala International Series, encerrado neste domingo (29), na Cidade da Guatemala. 

Os títulos vieram nas duplas masculinas (Fabrício e Francielton), duplas femininas (Jaqueline e Samia) e duplas mistas (Fabrício e Jaqueline). Em agosto, as mesmas duplas conquistaram medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. 

Na Guatemala, o Brasil ainda conquistou uma medalha de bronze com a fluminense Fabiana Silva, no torneio de simples feminino. 

Os pódios valem também pontos no ranking mundial. Os brasileiros tentam disputar o máximo possível de competições para assumirem a liderança nas Américas, condição para classificá-los para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. 

As campanhas
Terceira melhor dupla mista do ranking mundial nas Américas, Fabrício Farias e Jaqueline Lima derrotaram adversários da Guatemala, Canadá e Estados Unidos para garantirem vaga na final. Mas antes da decisão, o guatemalteco Solis Jonathan, que fazia dupla com Diana Soto, se sentiu mal e desistiu da disputa. 

Nas duplas masculinas, Fabrício e Francielton também superaram atletas de Guatemala, Canadá e EUA ao longo do torneio. Na final, venceram os mexicanos Job Castillo e Luis Armando Navarro por 2 sets a 0 (21-17; 21-10). 

Nas duplas femininas, Jaqueline e Samia Lima passaram por duas duplas guatemaltecas para disputarem o ouro com Daniela Macias e Danica Nishimura, do Peru. Na decisão, vitória brasileira por 2 sets a 0 (21-19; 21-13). 

Handebol do Piauí avança para a fase final dos Jogos Escolares; basquete e futsal vão ao pódio

  • jogos-escolares-piaui-a-1.jpg Foto: Wander Roberto/COB
  • jogos-escolares-piaui-11.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-10.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-9.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-8.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-7.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-6.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-5.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-4.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-3.jpg Foto: Mariano Wikoli/Fundespi
  • jogos-escolares-piaui-2.jpg Foto: Wander Roberto/COB
  • jogos-escolares-piaui-1.jpg Foto: Wander Roberto/COB

O handebol do Piauí terá suas quatro equipes na fase final dos Jogos Escolares da Juventude, no mês de novembro, em Blumenau (SC). Três times conquistaram vaga na etapa regional, em Natal (RN), nesta semana, enquanto o Caic Balduíno Barbosa de Deus está garantido por seu desempenho no ano passado. 

O Piauí encerrou a campanha na etapa regional com três medalhas de ouro no handebol, e duas de bronze - uma no basquete e outra no futsal. 

O time feminino do Cefti Professora Julia Nunes Alves, da zona Sudeste de Teresina, foi um dos classificados. Na semifinal do torneio de 15 a 17 anos, a equipe derrotou o colégio Manoel da Silva (CE) por 34 a 15 - apenas os finalistas dos torneios garantem vaga em Blumenau. 

Na decisão da etapa regional, a escola piauiense levou a melhor contra o Colégio Santa Madalena Sofia, de Maceió (AL), na manhã desta terça-feira (24), e ficou com o título. 

Mais times classificados
O time da Escola Municipal Barjas Negri também se classificou, ao vencer o Colégio Parque Estudantil Guadalajara (CE) por 29 a 6, na semifinal de 12 a 14 anos feminino. A equipe também foi campeã da etapa regional após vencer o SEB Maceió (AL), nesta terça-feira (24).

No handebol masculino, a Escola Manoel Paulo Nunes garantiu vaga em Blumenau ao vencer a Escola São Marcelino Champagnat (CE) por 23 a 13, na semifinal de 12 a 14 anos. A decisão da etapa regional foi contra o Colégio Santa Emília (PE), com vitória piauiense por 25 a 20.  

Vice-campeão da etapa nacional em 2018, o Caic Balduíno Barbosa de Deus não disputa a etapa regional dos Jogos Escolares e está garantido na fase final. 

Medalhas no futsal e basquete
Outras duas equipes ficaram perto de garantirem vaga na fase final dos Jogos Escolares. No futsal feminino, a Unidade Escolar Presidente Vargas foi superada na semifinal de 15 a 17 anos pelo Colégio Q.I. (PB): 5 a 0. Mas conquistou a medalha de bronze ao vencer a escola Nelson Rezende (SE) por 3 a 2. 

No basquete masculino, o Colégio Diocesano foi superado pelo Colégio Intensivo (AL) na semifinal de 15 a 17 anos: 56 a 39 (parciais de 15x09 - 04x11 - 13x09 - 24x10). Na disputa de terceiro lugar, o time piauiense derrotou o Salesiano Dom Bosco (RN) por 55 a 28 e ficou com a medalha de bronze. 

Apesar das medalhas de bronze, U.E. Presidente Vargas e Diocesano não irão para a fase final em Blumenau (SC) - apenas os finalistas se classificam. 

No futsal masculino, o Colégio CEV empatou em 1 a 1 com o Instituto Bom Pastor (MA) na semifinal de 15 a 17 anos, mas perdeu na disputa por pênaltis por 4 a 3. Nesta terça-feira (24), o time foi superado na disputa pelo terceiro lugar pela escola Santa Úrsula (AL): 3 a 2. 

As equipes do basquete feminino e vôlei masculino e feminino do Piauí não chegaram até as semifinais. 

A delegação piauiense contou com cerca de 180 pessoas, entre atletas, professores e equipe da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), que arcou com os custos dos quatro ônibus da viagem - ao contrário de 2018, não houve reclamação em relação aos veículos, que no ano passado apresentaram problemas na viagem de ida. 

Técnico ministra curso de nível internacional para treinadores de atletismo no Piauí

  • atletismo.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-2.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-3.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-4.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-5.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-6.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-7.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-8.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-9.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-10.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-11.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-12.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-13.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-14.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-15.jpg Roberta Aline / Cidade Verde
  • atletismo-16.jpg Roberta Aline / Cidade Verde

O currículo é de muitos anos de edicação ao atletismo brasileiro e três Jogos Olímpicos na bagagem. Kyioshi Takahashi está em Teresina para transmitir seus conhecimentos em um curso para treinadores, que vai até o dia 29 de setembro. 

Alunos do Piauí, Maranhão, Pará e Paraná acompanham as aulas teóricas e práticas. O curso certifica os participantes como treinadores de Nível 1 da Federação Internacional de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês). 

Além dos cursos pelo Brasil, Takahashi trabalha com atletas do salto em altura. O treinador do Esporte Clube Pinheiros (SP) e da prefeitura de São Caetano do Sul (SP) explica que o curso permitirá aos técnicos poderão não só transmitir informações como fazer demonstrações do esporte. 

- Esse curso é um desenvolvimento inicial de formação de treinadores. Vamos ver modelos pedagógicos e formas de treinamento de todas as provas do atletismo, as provas de corrida, salto, arremesso e lançamentos. 

Entre os alunos de Takahashi estão o medalhista olímpico Cláudio Roberto Sousa, bronze nos Jogos de Sydney, em 2000, e a atleta olímpica Cristiane Silva, ambos velocistas de provas de revezamento. 

Aos 39 anos, Eduardo adia aposentadoria e cobra empenho do elenco do Timon

Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

O empate em 2 a 2 com o Oeirense, no último sábado (21), pela Série B do Campeonato Piauiense, fez o atacante Eduardo cobrar o próprio elenco - o time vencia por 2 a 0 e cedeu o empate no segundo tempo. 

O atacante Eduardo marcou seu 18º gol na temporada, mas não saiu safisteito. Aos 39 anos, ele confirmou que não vai se aposentar ao final de 2019 - como havia previsto - e cobrou mais empenho dos colegas de time. 

- Nós estamos jogando uma segunda divisão profissional, apesar de ter uma base Sub-23. Com 23 anos não é promessa, tem que ser realidade. Os jogadores estão jogando com 18 anos. Então, a gente têm que assumir a responsabilidade e encarar com responsabilidade de profissional. 

A bronca é de quem tem não só a experiência de ter atuado no futebol francês e, mesmo com a idade, ainda corre muito em campo. 

Em 2019, Eduardo foi campeão piauiense com o River e ainda é o artilheiro da Série C do Brasileirão pelo Treze (PB) com 8 gols, mesmo com a eliminação do clube na fase de grupos. 

Se ele tinha planos de parar, já adiou. Eduardo deve chegar aos 40 anos ainda em campo no futebol profissional.

- Cara, depois desse ano, tá meio complicado, viu? São várias sondagens aí... Com certeza, eu vou jogar ainda no próximo ano. Enquanto eu estiver nesse nível, não dá para parar agora, eu acho que tenho que continuar. 

Com Júlia Beatriz, Brasil vence zona sul da Liga Sul-americana Sub-19 de futebol feminino

Fotos: Reprodução/Twitter/@liga_sud

A seleção brasileira conquistou, no último domingo (22), o zona sul da Liga Sul-Americana de futebol feminino Sub-19, disputado na Argentina. A atacante piauiense Júlia Beatriz integrou o elenco com a camisa 18. 

O título foi confirmado no domingo, com vitória por 3 a 0 sobre a Argentina. Com uma campanha com 100% de aproveitamento, o Brasil ganhou o direito de enfrentar a melhor equipe do zonal Norte, na decisão da primeira edição da Liga. 

Além da Argentina, o Brasil venceu Uruguai, Chile e Bolívia - neste último jogo, goleada por 9 a 0, com direito a gol de Júlia Beatriz. A jogadora piauiense alternou partidas como titular e reserva durante o torneio. 

É o segundo título de Júlia Beatriz com seleções de base. No ano passado, antes de disputar a Copa do Mundo Sub-17, a jogadora integrou o time que conquistou o torneio BRICS, na África do Sul

Revelada para a seleção pelo Tiradentes (PI), Júlia Beatriz hoje defende o Iranduba (AM). 

Salto em distância: piauiense conquista bronze no Campeonato Brasileiro Sub-16 de Atletismo

Fotos: Reprodução/Facebook

O nome da fera é grande. E a distância que ele saltou neste fim de semana, também. 

Victor Raphael da Silva Sousa Rodrigues Leite alcançou a marca de 6.32 no salto em distância e conquistou a medalha de bronze no Campeonato Brasileiro Sub-16 de Atletismo, encerrado neste domingo (22), em Fortaleza (CE).

Foi a única medalha do Piauí na competição. Victor Raphael tem 14 anos de idade e é atleta do projeto Pé de Vento. No Campeonato Brasileiro, ele defendeu a Associação de Moradores do Residencial Menino Deus (Amormed). 

A prova do salto em distância foi disputada na sexta-feira (20). O ouro ficou com João Lucas Cooks, do Paraná. A prata foi conquistada por Davi Sávio Santos, de São Paulo. 

Badminton: medalhistas do Pan vão ao pódio em torneio no México

  • bad-mexico-podio-2.jpg Foto: Divulgação
  • bad-mexico-podio-1.jpg Foto: Divulgação
  • badminton-mexico-medalhas.jpg Foto: Divulgação

O Brasil conquistou três medalhas - duas de prata e uma de bronze - no X Internacional Mexicano de badminton, encerrado neste domingo (22), em Aguascalientes, no México. 

Das três medalhas, duas foram conquistadas por piauienses. Fabrício Farias e Jaqueline Lima foram vice-campeões nas duplas mistas, perdendo a final para os mexicanos Luis Navarro e Vanessa Vazques por 2 sets a 0 (21-19; 21-19).

Fabrício ainda conquistou medalha de bronze ao lado do irmão Francielton Farias, nas duplas masculinas. Eles foram eliminados na semifinal por Lopez Andres e Lino Muñoz, do México, por 2 a 0 (21-13; 21-13).

A fluminense Fabiana Silva ficou com a medalha de prata na disputa de simples feminino. 

Todas os medalhistas no México foram ao pódio nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto. 

Bronze no Pan, Samia Lima e Jaqueline Lima acabaram eliminadas nas quartas de final das duplas femininas. As duas também disputaram o torneio de simples feminino, mas não passaram das oitavas de final. 

O próximo desafio dos brasileiros será na Guatemala, no próximo fim de semana. Os atletas buscam pontos no ranking mundial para tentarem vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. 

Nadadores do Piauí conquistam 10 medalhas no Norte-Nordeste Mirim e Petiz

  • kako-caminha-2019-9.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-11.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-10.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-8.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-7.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-6.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-5.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-4.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-3.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-2.jpg Foto: Divulgação
  • kako-caminha-2019-1.jpg Foto: Divulgação

Os atletas João Otávio Paixão e Lucas Emanuel Torres conquistaram 10 medalhas no Festival Norte-Nordeste Mirim e Petiz de Natação - Troféo Kako Caminha, encerrado no último sábado (21), em Natal (RN). 

João Otávio, 11 anos, conquistou três medalhas de ouro na categoria Petiz 1: 50 metros costa, 100m costa e 100m livre. O nadador ainda foi medalhista de prata nos 50m livre e 50m borboleta. 

Na categoria Mirim 2, Lucas Torres, 10 anos, foi campeão nos 50m peito e levou prata nos 200m livre e 50m borboleta. 

O nadador piauiense ainda levou medalha de bronze com o quinto lugar nos 50m e 100m livre - nessa faixa etária, o bronze é concedido do terceiro ao quinto colocado. 

Os dois nadadores são treinados pelo professor Paulo Vitor e representaram o Clube dos Subtenentes e Sargentos/AquaticaTri.

Piauiense Série B: rodada de empates deixa classificação em aberto

A terceira rodada da Série B do Campeonato Piauiense foi disputada, neste sábado (21), terminou sem vencedores. No Lindolfo Monteiro, em Teresina, Timon e Oeirense ficaram no 2 a 2. Em Campo Maior, Comercial e Cori-Sabbá empataram em 1 a 1.

No jogo de Teresina, Amorim abriu o placar para o Timon aos 4 minutos do primeiro tempo. 

Aos 19, Índio fez lançamento do campo de defesa para Eduardo, que marcou seu 18º gol na temporada: 2 a 0. 

No segundo tempo, a Oeirense começou a reagir. Aos 7 minutos, Rhuann insistiu no ataque após a defesa do goleiro e diminuiu a diferença no placar. 

E o empate veio aos 39 minutos. Tote cobrou escanteio do lado direito do ataque e Rhuann marcou o segundo gol do time de Oeiras: 2 a 2.

Sem torcida
O outro jogo da rodada aconteceu com portões fechados. O estádio Deusdeth de Melo, em Campo Maior, ainda não tem todos os laudos necessários para sua reabertura. Em campo, Comercial e Cori-Sabbá empataram em 1 a 1. 

Classificação e próximos jogos
Com os resultados da terceira rodada, Oeirense é o novo líder, com 5 pontos. Picos, que folgou na rodada, é o segundo colocado com 4 pontos, o mesmo número do Timon, que perde para o Zangão no saldo de gols (+3 contra -2). 

No final da tabela, Cori-Sabbá e Comercial estão empatados, cada um com 1 ponto. O time de Floriano é o quarto colocado por conta do saldo de gols (-1), enquanto o de Campo Maior é o lanterna (-2). 

Os quatro melhores vão disputar as semifinais do torneio. Os finalistas sobem para o Piauiense Série A em 2020. 

Na próxima rodada, a penúltima da fase classificatória,  Cori-Sabbá e Oeirense se enfrentam em Floriano, no dia 27. No outro jogo, o Comercial visita Picos, no dia 28. O Timon folga na rodada. 

Posts anteriores