Cidadeverde.com

River faz primeiro treino na Bahia e confirma permanência de 10 atletas

Reprodução / Instagram @riveracoficial

Após viagem de ônibus, a delegação do River Atlético Clube iniciou, neste fim de semana, os treinamentos no CT Cidade Tricolor, do Esporte Clube Bahia. São os primeiros trabalhos físicos desde março, quando o futebol brasileiro foi suspenso pela pandemia do novo coronavírus. 

A delegação do Galo deixou Teresina na noite de sexta-feira (10). A diretoria informou que a viagem de ônibus foi opção para evitar contato com pessoas em aeroportos, o que poderia aumentar o risco de infecção pelo coronavírus. 

Comandados por Flávio Araújo, os jogadores treinam para o jogo do dia 22 de julho, contra o Santa Cruz (PE), pela última rodada da Copa do Nordeste. O time piauiense não tem chances de classificação para a próxima fase. 

Os jogos do Nordestão acontecerão na região metropolitana de Salvador (BA), medida adotada para reduzir viagens entre estados durante a pandemia. 

Reforços: quem são?
A diretoria do River continua a segurar a lista de reforços para a sequência da temporada. A alegação é de que os jogadores ainda passam por processos burocráticos para assinatura de contratos. 

Em junho, quando anunciou a volta do treinador Flávio Araújo, o clube também confirmou os nomes de Bruno Menezes (meia), Welton Heleno (volante), e Igor Tavares (lateral esquerdo).

Neste domingo (12), O River confirmou apenas os nomes que permanecem no elenco: os goleiros Mondragon e Vinícius; os zagueiros Cris, Wagner Silva e Walysson (que volta de empréstimo do Timon); os laterais Desailly e Daniel Bagaceira; os volantes João Paulo e Emerson Júnior; e os atacantes Érico Junior e Eduardo - que não viajou para a Bahia. 

Nomes como o lateral Biro-Biro e o meia Bismarck, destaques na conquista do Campeonato Piauiense de 2019, não integram mais o grupo tricolor. 

Depois da despedida na Copa do Nordeste, o River terá a reta final do Campeonato Piauiense - ainda sem data - e a Série D do Campeonato Brasileiro - com início previsto para 6 de setembro. 

CBF confirma tabela da Copa do Nordeste; River joga no dia 22 de julho

Foto: Yasmim Cunha/Cidadeverde.com

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou, nesta sexta-feira (10), a tabela da retomada da Copa do Nordeste. Os últimos jogos do torneio serão disputados na Bahia, a partir do dia 21 de julho. 

O River jogará com o Santa Cruz (PE) no dia 22 de julho, às 20h. A partida seria disputada no estádio Albertão, em Teresina (PI), caso o torneio não tivesse sido suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus. 

No mesmo dia e horário, a TV Cidade Verde irá transmitir Bahia e Náutico, pela última rodada do Nordestão. 

Frei Paulistano (SE) e Imperatriz (MA), que não teriam mais chances de classificação, não seguirão para a Bahia e tiveram seu jogo cancelado. 

Os jogos da retomada da Copa do Nordeste serão disputados sem torcida, em estádios de Salvador, Feira de Santana, Mato de São João e Riachão do Jacuípe - onde o River entrará em campo. A Arena Fonte Nova ficou de fora - o local abriga um hospital de campanha com pacientes acometidos pela covid-19. 

Copa do Nordeste 2020 - última rodada

21/07 - Terça - 20h
Fortaleza (CE) x América (RN) - Barradão

22/07 - Quarta - 20h
Sport (PE) x Confiança (SE) - Feira de Santana
ABC (RN) x CSA (AL) - CT Praia do Forte
CRB (AL) x Ceará (CE) - Barradão
Bahia (BA) x Náutico (PE) - Pituaçu - ao vivo na TV Cidade Verde
Botafogo (PB) x Vitória (BA) - Joia da Princesa
River (PI) x Santa Cruz (PE) - Eliel Martins

25/07 - Quartas de final - jogo único
28 e 29/07 - Semifinais - jogo único
01 e 04/08 - Finais - dois jogos

River fará despedida
O time piauiense está sem treinar desde março. Nesta sexta-feira, jogadores, comissão técnica e dirigentes fizeram testes rápidos para detecção de anticorpos contra a covid-19. Com os resultados negativos, a delegação viajou no início da noite. O clube informou que optou por ir de ônibus para reduzir contato com outras pessoas em aeroportos, diminuindo as chances de infecção pelo coronavírus. 

Na Bahia, o novo técnico tricolor, Flávio Araújo, terá aproximadamente 10 dias para treinar com seus jogadores, muitos deles novatos no time. O tempo é menor que as duas semanas estimadas pela organização da Copa do Nordeste antes da retomada do torneio ser confirmada. 

A confirmação da volta da Copa do Nordeste só ocorreu na terça-feira (7), após a CBF determinar o início do Campeonato Brasileiro para 9 de agosto, mesmo com apenas dois estados com jogos de futebol liberados. A decisão da entidade reduziu o calendário para conclusão de outras competições, como os campeonatos estaduais e o Nordestão. Em poucos dias, com negociações e cobranças de dirigentes, vários Estados anteciparam a flexibilização de restrições relacionadas ao futebol.

River faz testes de Covid-19 e fecha delegação para a Copa do Nordeste

  • river-teste-5.jpg Victor Costa / River AC
  • river-teste-4.jpg Victor Costa / River AC
  • river-teste-3.jpg Victor Costa / River AC
  • river-teste-2.jpg Victor Costa / River AC
  • river-teste-1.jpg Victor Costa / River AC

Atualizada às 18h46

Nesta sexta-feira (10), o River realizou testes rápidos em jogadores, comissão técnica e demais funcionários que irão viajar para Salvador (BA), onde será concluída a Copa do Nordeste 2020. O clube infomou que apenas um motorista terceirizado testou positivo para o novo coronavírus no primeiro exame, mas teve resultado negativo na contraprova. 

Todos os jogadores tiveram teste negativo, desde os que permaneceram no elenco após a paralisação dos torneios pela pandemia de covid-19 até novatos ainda não anuniados oficialmente pela diretoria. Todos serão submetidos a novos exames quando chegarem na Bahia. 

Miguel Ângelo Costa Lago, médico do River, supervisionou os exames e acredita que a nova testagem em Salvador também terá resultado tranquilo. Todo o elenco foi orientado a manter o distancamento social e fazer os treinos em casa enquanto os torneios não eram retomados. 

Os testes feitos pelo River detectam a presença de anticorpos para defender o organismo do novo coronavírus. A indicação para quem tem suspeita de covid-19 é fazer o exame sete dias após manifestação dos sintomas. No caso do River, a testagem é preventiva. 

No início da tarde, o River informou que o motorista que testou positivo está sem sintomas e foi orientado a adotar as medidas de isolamento e acompanhamento do quadro de saúde. Mais tarde, o funcionário fez um novo exame, que detecta a presença do vírus no corpo, e o resultado foi negativo.   

Com os testes encerrados, 19 jogadores e 10 integrantes da comissão técnica e diretores do River embarcam na noite de sexta-feira (10). Eles irão treinar em Salvador por aproximadamente 10 dias, antes de enfrentarem o Santa Cruz (PE), pela última rodada do Nordestão. O Galo não tem mais chances de classificação. 

River agenda testes de covid-19 antes de viagem para a Bahia

Fotos: River Atlético Clube

Jogadores, integrantes da comissão técnica e demais funcionários do River Atlético Clube serão submetidos, nesta sexta-feira (10), a avaliação clínica e exames de covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. 

Os testes serão necessários para definir o grupo que irá viajar para a Bahia, onde será disputada a reta final da Copa do Nordeste. Sem chances de classificação, o clube piauiense terá de jogar com o Santa Cruz (PE), pela última rodada do torneio. 

Além dos testes, o River irá aplicar um questionário específico de triagem para definir a delegação tricolor. O clube afirma que o Departamento Médico só irá liberar os atletas para a viagem após passarem por esse protocolo. 

A retomada de treinos em clubes esportivos no Piauí segue proibida por decreto estadual, que determina normas de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus. Com o veto, o River terá de retomar suas atividades na Bahia com novo treinador, Flávio Araújo, e aproximadamente 10 jogadores recentemente contratados, além dos que seguriam no clube após a suspensão do Campeonato Piauiense, em março. 

A previsão é de que, caso o contágio seja controlado, as atividades sejam liberadas somente em setembro, de acordo com cronograma elaborado pelo Governo do Estado. No mesmo mês, está previsto o início da Série D do Campeonato Brasileiro, que terá o Galo como um dos representantes do Piauí - o outro é o Altos. 

O River já fez duas etapas de sanitização do centro de treinamento no Portal da Alegria, zona Sul de Teresina (PI). O clube aguarda a confirmação das datas da Série D e do Campeonato Piauiense, com reinício previsto para novembro, e a autorização das autoridades locais para retomar as atividades na capital. 

Eduardo passará por cirurgia e desfalcará River na volta da Copa do Nordeste

Foto: Yasmim Cunha/Cidadeverde.com

Na corrida contra o tempo para por o time em campo na Copa do Nordeste, o River tem um desfalque certo para o jogo com o Santa Cruz (PE): o atacante Eduardo não seguirá com o Galo para Salvador (BA), onde acontecerá a reta final do torneio. 

Em nota divulgada nesta quarta-feira (8), o River informou que Eduardo será submetido a um artroscopia no joelho direito. O procedimento ainda é reflexo de lesão sofrida pelo artilheiro no jogo com o Náutico, pela Copa do Nordeste, em janeiro. 

O River acrescenta que a cirurgia para corrigir lesão no menisco ainda não foi feita porque os procedimentos eletivos ficaram suspensos por decreto no Piauí, por conta da pandemia do novo coronavírus. 

A recuperação de Eduardo deve durar um mês após a cirurgia. Como não há data para a retomada do Campeonato Piauiense - só deve ser liberado pelo Governo do Estado em setembro - e Série D do Campeonato Brasileiro, o atacante terá tempo para se reabilitar. 

O River não tem chances de classificação para a próxima fase da Copa do Nordeste, mas precisa enfrentar o Santa Cruz, que ainda busca vaga para as quartas de final. O torneio será retomado com os jogos da última rodada, a partir do dia 21 de julho. O time piauiense está sem treinar desde março e terá menos de suas semanas para reunir jogadores antes de entrar em campo. 

Veja a nota divulgada pelo River:

Nota oficial - Eduardo

O Departamento Médico do River Atlético Clube informa que o atacante Eduardo passará por uma artroscopia, uma pequena intervenção cirúrgica, minimamente invasiva, para corrigir uma lesão no menisco do joelho direito. 

Com os decretos governamentais para evitar o contágio do novo Coronavírus, as cirurgias eletivas estavam paralisadas. Agora, com as flexibilizações anunciadas, o procedimento poderá ser realizado e, logo depois, o processo de condicionamento físico iniciado.

O período de recuperação é de aproximadamente um mês.

Lateral piauiense Kevin está a caminho do Botafogo, diz site

Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio

 

O lateral direito Kevin, 22 anos, vai defender o Botafogo na sequência da temporada. A informação foi divulgada pelo site esportivo Lance. 

O jogador piauiense estava treinando em Teresina até esta segunda-feira (6). O Cidadeverde.com e Rádio Cidade Verde tentaram contato com o atleta, que não retornou as mensagens até esta publicação. 

De acordo como Lance!, Kevin deve chegar ao Rio de Janeiro para exames e assinatura de contrato até quarta-feira (8). 

Kevin chegaria ao Botafogo para repor as saídas de Marcinho e Fernando, ambos com contratos que terminam no fim do ano. 

Com contrato com a Tombense (MG), o lateral piauiense defenderia o clube carioca por empréstimo até o fim de 2021, segundo o site Globo Esporte. 

Em 2019, Kevin começou o Campeonato Brasileiro como titular do Goiás, mas perdeu a posição nas rodadas seguintes. No início do ano, o lateral integrou o grupo de transição do Grêmio. 

Ciclismo: adiada pela pandemia, Picos Pro Race anuncia disputa em dezembro

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A organização do Picos Pro Race marcou nova data para o evento de ciclismo deste ano: 11 a 13 de dezembro. O anúncio foi feito no último domingo (5), quando deveria ter ocorrido o encerramento da edição de 2020, adiada por conta da pandemia do novo coronavírus

Daniel Freitas, organizador do evento de mountain bike, afirmou que a data foi proposta após conversas com autoridades sanitárias de Picos e do Governo do Estado. A intenção é poder realizar a prova com segurança para trazer ciclistas de todo o país ao Piauí - mais de 500 se inscreveram no ano passado.  

- Vamos continuar observando o cenário, dialogando com as autoridades para que que a Picos Pro Race aconteça com toda segurança e organização. Estamos preparando uma Picos Pro Race ainda mais especial. 

A organização da prova manteve a ampliação do evento. Será um dia destinado para chegada e orientação aos ciclistas sobre o percurso (brieffing) e outros dois de prova nas trilhas do sertão piauiense, que somados chegarão a até 170 quilômetros de percurso. Até 2019, o Picos Pro Race tinha um dia de disputa. 

Eventos esportivos no Piauí continuam suspensos. Apesar da retomada de atividades ter começado nesta segunda-feira (6), a previsão é de que o esporte seja um dos últimos a ser liberado pelas autoridades. 

No calendário pós-pandemia, além do Picos Pro Race, o esporte de aventura tem confirmada a realização do Piocerá, no final de janeiro de 2021. Interrompido em março, o Campeonato Piauiense de futebol tem previsão de reinício em novembro. Outros torneios seguem sem previsão ou foram cancelados, como a Copa Nordeste de Futsal

Imbróglio de transmissão do Carioca pode afetar Estaduais. O Piauí que se cuide

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Depois do Fla x Flu político, com apoiadores defendendo seus candidados como se eles fossem times de futebol, agora temos um Fla x Flu dos direitos de transmissão, com um discurso pirotécnico de que os clubes brasileiros agora estão "livres da Globo". Pensar assim é um tremendo engano - e se você ainda pensa dessa forma, leia atentamente o que explicarei a seguir. 

Para contextualizar: uma Medida Provisória foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, após conversas com a diretoria do Flamengo. Ela coloca o mandante do jogo como único detentor dos direitos de transmissão. Com isso, na quarta-feira (1º), o Fla, que não tem contrato com a Globo, mostrou seu jogo com o Boavista no Youtube. Um marco histórico, de fato. Mas o que veio no dia seguinte terá impacto direto muito maior no futebol brasileiro. 

A Globo alega ter contrato de exclusividade do Campeonato Carioca, exceto com o Flamengo. Ou seja, ela não pode mostrar jogos do rubro-negro, mas ninguém poderia mostrar jogos do Boavista além dela, por exemplo. Alegando que isso não foi seguido, a emissora rompeu o contrato de transmissão do torneio estadual. E contrato é contrato.

Muitos torcedores comemoraram nas redes sociais com "estamos livres da Globo", como se ela fosse vilã, e não o dirigente que prendeu o clube a eternos direitos de transmissão ao pedir antecipação de pagamentos todos os anos. Os clubes estão mais presos a desmandos e erros de cartolas do que  legislação. 

Enquanto uns pensaram na ruptura como "alforria", a federação de futebol do Rio de Janeiro entendeu o recado. Pediu inclusive que os clubes com contrato com a Globo não mostrassem seus jogos no Youtube até nova avaliação jurídica.

O Vasco decidiu não seguir a FERJ e exibiu seu jogo no mesmo dia. E isso mostra como a federação perde força com a Medida Provisória. E sem contrato para os próximos anos, o Vasco não precisa mais da entidade para negociar direitos de transmissão. Nem ele, nem Flamengo, Fluminense, Botafogo, nem o Madurei... Opa, agora muita calma nessa hora. 

Clube grande, com torcida, tem poder para negociar seus jogos, atraindo veículos de comunicação e empresas anunciantes. Os times menores sobreviveram até agora com os contratos negociados com as federações - a maior prova disso foi a pressa pela retomada do Campeonato Carioca para receber as cotas de transmissão. 

Um exemplo prático: uma Amazon terá claro interesse em mostrar um Fla x Flu para seus assinantes. O jogo entre Flamengo e Cabofriense, também, mas talvez queira pagar menos por isso. Já Cabofriente e Madureira, o interesse pode ser mínimo ou até mesmo não existir. 

Ao romper contrato, a Globo não deu uma resposta ao Flamengo ou ao Palácio do Planalto. Ela avisou que não tem mais interesse nos estaduais. Isso parece sem volta, ao contrário da Medida Provisória, que ainda pode perder a validade. 

E não achem que, com o cenário atual, outra emissora vai querer pagar o mesmo que a Globo para ter todos os jogos de um campeonato estadual. Nada de comprar carne com osso. Só o filé interessa. 

Esse aviso chegou ao Nordeste. Paulo Carneiro, presidente do Vitória (BA), foi um dos primeiros a se manifestar nas redes sociais e defender uma Copa do Nordeste ampliada, com os estaduais sendo disputados por times sub-23. 

 

Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, foi além: chamou os estaduais de "zumbis esportivos" e disse que clube grande do Brasil que quer ser global não conseguirá isso jogando estadual. Não é por acaso que o tricolor joga o Campeonato Baiano com um time alternativo. 

 

 

Comentei sobre isso no Acorda Piauí, nesta sexta-feira (3). 

Aqui, faço um adendo que não houve tempo para comentar na Rádio Cidade Verde. A Medida Provisória é temporária, o nome já diz. Precisará ser votada em plena pandemia, podendo até trancar a pauta. Mas está claro que, sendo mantida, ela interessa aos clubes de maior torcida do país - ainda que alguns possam propor alterações durante a tramitação no Congresso Nacional. 

Com o calendário apertado em razão da pandemia, os clubes de maior torcida poderão propor alterações para a temporada 2021. E o discurso está claro: estaduais não interessam a muitos deles. 

E com a Medida Provisória, os maiores clubes não precisam dos menores para negociar. Aos menores, restará se unir para conseguir um contrato razoável, que dificilmente será feito por grandes veículos de comunicação. São esses veículos que têm maior alcance e, com isso, atraem mais anunciantes.

As federações podem se tornar mero acessório nas negociações dos estaduais. Correm risco de perder receita. Mas são amparadas pela CBF, e devem cobrar que ela mantenha seus torneios com destaque no calendário nacional. Por outro lado, os clubes de maior torcida podem reforçar o pedido por mudanças radicais ou até o fim dos estaduais.

Nesse debate, campeonatos como o do Piauí são mero acessório. Se as propostas por mudança nos estaduais ganhar força, só restará aos menores seguir o que for determinado pela CBF. 

Nesse contexto, o Campeonato Piauiense ainda pode sair no lucro se virar extensão da Copa do Nordeste - uma fase preliminar do Nordestão, penso eu. 

Contudo, esse é um dos cenários possíveis. O que está em aberto é o debate sobre uma mudança radical ou até mesmo fim dos estaduais. Com tantas reviravoltas nas últimas semanas, em plena pandemia do novo coronavírus, o cenário pode ser outro na próxima semana.

Atualização - 13h40: No Cidade Verde Notícias, na tarde desta sexta-feira, voltamos ao tema com Nadja Rodrigues, Fenelon Rocha e Pablo Cavalcante:

UFC confirma presença de Massaranduba na "Ilha da Luta"

Foto: UFC

A organização do UFC confirmou que o piauiense Francisco Trinaldo "Massaranduba" estará na Ilha da Luta, montada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, para realização dos eventos enquanto perdurar a pandemia do novo coronavírus. 

Massaranduba, 41 anos, vai lutar no UFC Fight Island 3, dia 25 de julho, contra o britânico Jai Herbert, 32 anos, que fará sua estreia na organização. 

O lutador brasileiro, nascido em Amarante, Sul do Piauí, venceu suas duas últimas lutas no UFC, a última delas contra John Makdessi, em Brasília, no mês de março - o evento foi um dos primeiros a ocorrer no Brasil sem presença de torcida por conta da pandemia. 

O primeiro evento na Ilha da Luta será no dia 11 de julho. A organização preparou um local onde todos os atletas e pessoas envolvidas no UFC possam ficar isoladas - inclusive com local para treinamentos dos lutadores.

Sarah Menezes é convocada para treinos em Portugal e aguarda exames

Fotos: Staff Images/Flamengo

 

A piauiense Sarah Menezes está entre os 28 convocados pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para treinos em Portugal. A lista foi divulgada na semana passada, e a viagem deve ocorrer em julho. 

O treinamento faz parte de uma parceria com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), que tenta viabilizar que atletas na disputa por vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio possam fazer atividades em conjunto, algo ainda inviável em solo brasileiro por conta da pandemia do novo coronavírus. 

A convocação reforça as chances de Sarah Menezes para seguir na briga pela classificação para os Jogos no Japão. Antes da pandemia, a piauiense estava atrás de Larissa Pimenta e Eleudis Valentim no ranking mundial - as duas também foram convocadas para os treinamentos. 

- Agora estamosa aguardando para fazer os exames, teste do Covid, sorologia... Para que possamos sair seguros e treinar de maneira segura e correta. Estou muito feliz pela convocação. É uma maneira de me manter em forma. Mesmo treinando em casa, é uma maneira diferente. E lá vamos estar com toda a estrutura do centro de treinamento, com os demais atletas, todos bem seguros, higienizados. Vamos conseguir treinar bem e não ficar tão preocupados com o nosso rendimento. 

Enquanto aguarda os exames para a viagem, Sarah Menezes segue treinando em Teresina. Em março, ela trocou o apartamento no Rio de Janeiro por sua casa no Piauí, onde tem espaço para fazer suas atividades, inclusive com quimono. Dois atletas passaram a morar com a campeã olímpica para ajudá-la nos treinos. 

A viagem está prevista para os dias 10 e 11 de julho, com retorno em 24 de agosto. As datas estão sujeitas a alterações por conta da pandemia.  

Os judocas passarão por uma série de exames e testes antes de deixarem o Brasil e terão de seguir as exigências do Governo de Portugal para entrarem e permanecerem treinando no país. Por isso, a primeira fase de treinos será somente entre brasileiros, em Rio Mar, sem contato com pessoas de fora da delegação. Só após esse isolamento, o grupo poderá treinar com a seleção portuguesa. 

Posts anteriores