Cidadeverde.com

Campo Largo Futsal faz treino em grupo pela internet e aguarda volta dos torneios

Fotos: Campo Largo Futsal

Para não ficar parado durante a pandemia, o jeito é treinar em casa. E a videoconferência virou a melhor forma de treinadores e preparadores físicos orientarem os atletas e acompanharem a execução das atividades remotamente. 

Com o Campo Largo Futsal, não tem sido diferente. O grupo de jogadores segue ativo, no aguardo das condições ideais para que os treinos em quadra possam ser retomados. 

Nesta semana, o time Sub-20 do Campo Largo estaria em Aracati (CE), disputando a divisão especial da Taça Brasil de Clubes Masculino. Com o calendário nacional suspenso, o jeito é seguir treinando. 

Levi, capitão do time, explicou a rotina de atividades estabelecida e falou da adaptação. 

- A gente já estava treinando há muito tempo, mas individual. A partir de hoje, estamos treinando todo mundo online, os mesmos exercícios. Vai ser de três a quatro dias por semana. (...) A gente tem que estar muito mais focado, porque não vai ter aquele grupo, aquela pessoa te olhando. 

Na entrevista para o Cidade Esportiva desta segunda-feira (25), Levi também falou sobre a campanha solidária que o time promove nas redes sociais do Campo Largo Futsal: "Guerreirinhos x Coronavírus" - clique aqui e saiba como ajudar.

Ouça na íntegra:

Com "levantamento virtual" do percurso, Piocerá confirma roteiro de 2021

Foto: Doni Castilho/DFOTOS

Adaptada aos tempos de pandemia, a organização do Piocerá anunciou o roteiro da prova de 2021 em uma videoconferência. A largada do rali será no dia 26 de janeiro, em Teresina (PI), com chegada no dia 30, em Fortaleza (CE). O percurso está sendo levantado com ajuda da tecnologia. 

"A gente escolheu a dedo algumas trilhas das edições passadas e já fizemos o 'levantamento virtual' da prova", disse Ehrlich Cordão, diretor geral do Piocerá, na videoconferência feita na sexta-feira (22). 

O Piocerá tem utilizado o programa Google Earth, que apresenta dados de satélite de todo o planeta, para levantar as trilhas do percurso, que para carros, motos, UTVs e quadriciclos será de 1.005 quilômetros. Para os ciclistas, a soma dos quatro dias de trilhas será de 385 quilômetros. 

A caravana sairá de Teresina para Piripiri (PI). No dia seguinte, deixará o Piauí em direção a Guaraciaba do Norte (CE). A terceira etapa terá encerramento em Canindé (CE). A chegada no quarto e último dia será em Fortaleza (CE). 

Ehrlich Cordão explicou que uma enquete feita pela prova apontou Barreirinhas (MA) como destino para 2021, mas a organização previu um alto custo para passar pela região dos Lençóis Maranhenses. Por isso, a decisão de um roteiro menor e mais técnico. 

Também pensando em custos, mas no bolso dos competidores, o preço das inscrições foi congelado em relação aos valores cobrados na edição passada. 

Cordão anunciou ainda que conversou com os prefeitos do roteiro e todos foram receptivos ao evento, que pode incrementar a economia dos municípios no pós-pandemia. O diretor geral também demonstrou otimismo para a realização do Piocerá no início de 2021, quando ele acredita que a situação provocada pelo coronavírus terá melhorado. 

Zenardo Maia, diretor da prova de mountain bike, também ressaltou os cuidados a serem tomados no futuro, como mudanças nos locais de briefing e vistoria, para que seja mantido um distanciamento adequado entre os presentes, mesmo com a fase mais grave da pandemia tendo sido superada, como se espera. 

Já o destaque da prova de ciclismo é a presença de trechos de serras nos quatro dias, com muitas subidas, e a possibilidade de o percurso passar pelas trilhas do Parque Nacional de Sete Cidades, entre Piripiri e Piracuruca, o que ainda será discutido.  

O evento será válido para os campeonatos brasileiros de regularidade das Confederações Brasileiras de Motociclismo (CBM) e Automobilismo (CBA), além de contar pontos no ranking nacional de mountain bike da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). 

River faz acordo e libera Biro Biro; Sete jogadores já deixaram o clube

Foto: Victor Costa/River A.C.

O lateral esquerdo Biro Biro, destaque do River na conquista do Campeonato Piauiense de 2019, foi liberado pelo clube. A informação foi confirmada pelo jogador ao Cidadeverde.com. 

- Tinha mais 3 meses de contrato com clube. Mas saio de cabeça erguida. Que Deus abençoe muito esse clube, sou muito grato ao River por esses momentos em que vesti essa camisa, que é muito grande e pesada, e espero que dê tudo certo na sequência para a Série D. Mesmo de longe, o River poder ter certeza que terá mais um torcedor. Agradeço de todo meu coração, foi uma honra vestir essa camiseta. 

Biro Biro foi um dos ídolos da torcida do Galo durante a temporada de 2019. Depois do Campeonato Piauiense, o lateral não se reapresentou e chegou a anunciar sua saída do clube, mas voltou atrás e permaneceu para a Série D do Campeonato Brasileiro.  

Em 2020, Biro Biro começou o ano no banco de reservas - Márcio Goiano era o treinador. No decorrer da temporada, os resultados ruins permaneceram, mesmo com a escalação do lateral. 

Em meio a suspensão do Campeonato Piauiense e da Copa do Nordeste por conta da pandemia de covid-19, o River aproveita para reformular o elenco para a sequência da temporada, na qual ainda terá a Série D do Brasileirão - os três torneios sem data para realização. O novo diretor Luciano Mancha tem comandando as negociações com os dirigentes tricolores. 

Desde o início da pandemia, são sete jogadores que saíram do River. Os dois últimos foram Biro Biro e o volante Gustavo Henrique - que também confirmou ao Cidadeverde.com a negociação para encerrar o contrato. 

Flávio Henrique (goleiro), Felipe Barros (zagueiro), Bismarck (meia), Romário e Valdo Bacabal (atacantes) completam a lista de saídas do poleiro do Galo. 

Até agora, nenhuma contratação foi anunciada - o clube também não se manifesta oficialmente sobre as dispensas. No entanto, o nome mais aguardado até o início de junho não é de um jogador, mas o treinador Flávio Araújo, em negociação avançada com a diretoria do Galo. 

Ciclismo: organização da Picos Pro Race adia prova e anunciará nova data

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A organização do Picos Pro Race, uma das maiores provas de ciclismo da região, anunciou que o evento de 2020 está adiado, sem nova data confirmada. O motivo é a pandemia da covid-19. 

A prova estava marcada para ocorrer entre 3 e 5 de julho - um dia a mais que nos anos anteriores - no sertão do Piauí. A nova data será anunciada futuramente. 

"Em seguimento as orientações dos conselhos municipais, autoridades estaduais, Organização Mundial de Saúde e também das indicações das instituições responsáveis pelo ciclismo, a data oficial da Picos Pro Race será adiada", diz o comunicado divulgado nas redes sociais. 

A organização da prova acrescenta que quer organizar o evento "com toda a responsabilidade, com os cuidados necessários" para a segurança dos participantes. 

O Picos Pro Race também pede que os ciclistas fiquem em casa sempre que possível e contribuam com as medidas solicitadas pelos órgãos de saúde para que a pandemia possa acabar o quanto antes. Nesse sentido, para ajudar os fãs do ciclismo a passarem o tempo, a organização tem promovido uma série de conversas ao vivo com atletas e pessoas que ajudam a fazer a prova, com histórias dos bastidores. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

COMUNICADO #fiquebem

Uma publicação compartilhada por Picos Pro Race (@picosprorace) em

 

No ano passado, quase 400 ciclitas de vários estados participaram da Picos Pro Race. 

No Piauí, o decreto com medidas restritivas pelo isolamento social foi prorrogado até 7 de junho, e veta a realização de eventos esportivos. Contudo, no dia 2 de junho, o Governo do Estado deve anunciar um plano de retomada gradual de atividades, contemplando também o esporte

Picos é a terceira cidade do Piauí em número de casos confirmados do novo coronavírus - eram 146 até sexta-feira (22), sendo que quatro pessoas morreram. 

Bacabal e Bismarck ampliam lista de saídas do River

Fotos: Victor Costa/River A.C.

Bismarck foi campeão piauiense com o River em 2019

Nas últimas 24 horas, a lista de jogadores que deixaram o River Atlético Clube foi ampliada. O meia Bismarck e o atacante Valdo Bacabal foram os nomes mais recentes a anunciarem suas saídas do Galo.

Na quinta-feira (21), Bacabal comunicou sua saída em seu perfil no Instagram, que é privado. No texto, o jogador agradece a toda a diretoria e torcedores. 

Nesta sexta-feira (22), foi a vez de Bismarck anunciar que está indo embora do tricolor. O meia também fez um agradecimento a dirigentes e torcedores. A postagem foi em sua conta no Instagram, que também é privada. 

São pelo menos cinco os jogadores do elenco tricolor a saírem do River durante a paralisação da temporada 2020, provocada pela pandemia do novo coronavírus. 

O primeiro foi o zagueiro Felipe Barros, no início do mês. 

Na semana passada, o atacante Romário também comunicou sua saída. 

O goleiro Flávio Henrique é outro nome que não estará no Galo na quando as competições forem retomadas. 

Dos cinco nomes, Flávio era o com mais tempo de grupo (foi anunciado ainda no final de 2018). Bismarck chegou no final de janeiro de 2019, quando a temporada já havia começado. Ambos integraram o time campeão estadual do ano passado. 

Valdo Bacabal, Felipe Barros e Romário vieram para os torneios de 2020.


Valdo Bacabal veio para a temporada 2020

Todos os cinco atletas fizeram jogos como titulares neste ano - Flávio substituiu Mondragon quando o goleiro titular se lesionou, em jogo da Copa do Nordeste. 

O River começou a discutir a reformulação do elenco no final de abril, quando começaram os trabalhos do novo gerente de futebol, Luciano Mancha. A péssima campanha no Campeonato Piauiense, com risco de rebaixamento, irritou torcedores ao longo das rodadas do torneio. 

Na pauta tricolor também está a contratação do técnico Flávio Araújo, dada como certa nos bastidores - o que resta praticamente é a oficialização por parte de clube e treinador.

Em mensagem nas redes sociais, Renê comemora volta aos treinos no Flamengo

Reprodução/Instagram

O lateral piauiense Renê postou, nesta sexta-feira (22), uma mensagem nas redes sociais em comemoração pelo retorno aos treinos no Flamengo. Além do texto, o jogador publicou uma imagem sua no gramado, o que é motivo de controvérsia do clube com a Prefeitura do Rio de Janeiro, que proibiu atividades em campo. 

Na mensagem, Renê destaca a alegria por retornar aos trabalhos e frisa que o Flamengo adotou medidas preventivas para dar segurança ao time nessa retomada. 

- Muito feliz por estar voltando a treinar e a fazer o que mais amo! Obrigado @flamengo por nos dar todo suporte e garantir a nossa segurança nesse retorno. Estamos juntos em busca da melhor maneira de atravessar esse momento tão difícil. #seguindoprotocolo #treinandocomsegurança #juntosnabatalha #flamengo

O tom do texto é o mesmo usado por Gabriel "Gabigol" e Bruno Henrique. Os dois também publicaram mensagens na tarde desta sexta-feira, ressaltando a alegria de "voltar a fazer o que mais amo" e as medidas preventivas do Flamengo. Ambos também publicaram fotos de atividades no gramado. 

 

 

Retomada controversa
O Flamengo retomou os treinos, na quarta-feira (20), contrariando a Prefeitura do Rio de Janeiro, que prorrogou o decreto com medidas de isolamento até a próxima segunda-feira (25), o que veta atividades em campo de futebol. 

O prefeito Marcelo Crivella declarou que irá se reunir com dirigentes de clubes no domingo (24), e pediu que os treinos em campo sejam evitados até o início da semana. O gestor fez um apelo para que as medidas sejam obedecidas e disse que "se os clubes que amamos não respeitam, as pessoas em casa também ficam desestimuladas". 

Em nota divulgada na quinta-feira (21), o Flamengo informou que segue protocolo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) e disse que há entendimento de atletas e integrantes do departamento de futebol pela retomada das atividades. 

Até quinta-feira, o estado do Rio de Janeiro registrava mais de 3 mil mortes e 32 mil casos confirmados do novo coronavírus. Dos óbtios, mais de 2.300 foram no município na capital fluminense. 

*Com informações do Estadão Conteúdo

Revelação do vôlei sonha com seleção brasileira: "ganhar uma Olimpíada"

Reprodução/Instagram

Uma pandemia pode trancar você em casa, atrapalhar a vida de muita gente e - o mais grave - tirar a vida de muita gente. 

O que a pandemia do novo coronavírus não conseguiu foi fazer o Vinícius desistir dos seus sonhos. 

O jovem de 19 anos, que nasceu em Teresina (PI) para morar do outro lado do rio Parnaíba, em Timon (MA), foi revelado em um projeto de vôlei no município maranhense. Foi convocado para treinos com a seleção brasileira sub-19 e, há dois anos, contratado como atleta de base do SESI (SP), um dos principais clubes do país. 

Em fevereiro de 2020, Vinícius Elias da Silva Sousa teve a chance de disputar um torneio adulto, a Superliga B. Foi emprestado pelo SESI para o JF Vôlei, de Juiz de Fora (MG). 

Veio a pandemia, o torneio foi cancelado, e o central retornou para São Paulo, onde segue as orientações do SESI, tanto de treinos como alimentação. 

Jogar a Superliga B seria mais um passo importante para Vinícius no vôlei profissional, ainda mais se o time conseguisse o acesso. O cancelamento do torneio é frustrante para qualquer um. Mas nem a chateação provocada pelo atual momento é capaz de fazer Vinícius desistir do seu sonho, maior que seus 2,02 metros de altura. 

Foto: Prefeitura de Timon

- Desde o começo a gente buscou muito, nos treinos, na alimentação. A gente vendia trufa, a gente buscava o que queria. Eu só digo: acreditem nos sonhos. Eu tinha um sonho, e ainda tenho, de ganhar uma Olimpíada, e eu nunca vou desistir até eu conseguir. 

A busca por esse sonho se dá ao lado do treinador William Vieira, que descobriu Vinícius para o esporte. Hoje, o professor mora em São Paulo com o central e com Makollys Klayver, outro jogador revelado pelo projeto Atletas do Futuro, em Timon.

Foi na companhia deles que Vinícius concedeu entrevista para o Cidade Esportiva desta sexta-feira (22). O jogador falou de sua trajetória, de como tem se virado para treinar na pandemia, e deixou sua mensagem para quem tem sonhos como o dele. 

Governador inclui esporte em plano de retomada, mas evita prever volta do futebol no Piauí

Foto: Fábio Lima/Cidadeverde.com

O governador Wellington Dias (PT) afirmou que o esporte está na lista dos setores que contarão com planejamento para retomada de atividades no Piauí. A intenção do Governo do Estado é definir protocolos nos próximos dias e anunciar as medidas em reunião no dia 2 de junho. 

A afirmação foi feita durante transmissão ao vivo, na quarta-feira (20), na qual o governador anunciou a prorrogação do decreto com medidas de isolamento social até o dia 7 de junho. 

Wellington Dias demonstrou otimismo com o controle de novos casos de covid-19 e declarou que alguns setores poderão reabrir em breve, mas disse que isso será definido por um comitê, que irá elaborar protocolos de saúde a serem seguidos em cada área. 

O governador falou sobre esportes ao responder pergunta sobre o Campeonato Piauiense de futebol. Wellington Dias foi questionado se há uma previsão para que o torneio, que foi suspenso em março e é patrocinado pelo Estado, possa recomeçar. 

Reprodução/Youtube


- Infelizmente, não. Nós teremos ainda que aguardar nesta semana, até o próximo domingo, a próxima semana. Dia 2 é que teremos essa reunião, onde teremos os protocolos e neles é que vamos ter esse regramento. E certamente, vamos tratar desse importante setor que é o setor dos esportes. 

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) já definiu seu protocolo, com recomendações aos clubes durante a pandemia do novo coronavírus e medidas a serem adotadas na retomada do Campeonato Piauiense. Jogos sem presença de torcida e outras ações estão previstas.

* * * 

No Cidade Esportiva desta quinta-feira (21), você ouve as declarações do governador e meu comentário sobre o assunto: 

Qualificado para seleção de judô, Felipe Silva evita pensar no futuro e foca nos treinos em casa

Reprodução/Instagram

Atleta da Associação de Judô Expedito Falcão, Felipe Silva (-90kg) venceu o Meeting Nacional, em fevereiro, e começou o ano na liderança do ranking brasileiro Sub-18, o que o qualificou para defender a seleção brasileira fora do país. 

Veio a pandemia, os eventos de judô em todo o mundo foram suspensos. A chance de defender a seleção brasileira e conquistar medalhas no exterior precisou ser adiada. 

Com apenas 16 anos, mas foco de gente grande, Felipe Silva tenta não pensar no futuro. Assim, ele evita qualquer expectativa com relação ao retorno das competições. 

- Eu procuro pensar só no que eu posso fazer sempre. O que não está no meu alcance, eu não penso muito. Eu só penso mesmo na batalha de cada dia, no quanto eu me esforço em cada dia, porque eu sei que os resultados vêm naturalmente com o trabalho duro. 

Felipe Silva tem mantido uma rotina de treinos em casa. Ele revelou que acompanha as transmissões ao vivo feitas pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ), na qual atletas da seleção principal e até de outros países se desafiam com exercícios ao vivo no Instagram. 

Entre um treino e outro, o judoca falou para o Cidade Esportiva desta quarta-feira (20).

Copa Nordeste de Futsal 2020 em Teresina é cancelada

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Imagem do ginásio Verdão em novembro de 2019, na fase preliminar da Copa Nordeste de Futsal

As edições da Copa Nordeste de Futsal de 2020, em todas as suas faixas etárias, foram canceladas. Dois desses torneios - o Sub-17 e o Adulto - estavam marcados para Teresina (PI). 

A decisão foi tomada por presidentes de federações do Nordeste, em videoconferência na semana passada, mas anunciada nesta terça-feira (19). O motivo é a pandemia de Covid-19. 

São os primeiros torneios de maior repercussão no Piauí cancelados por conta da pandemia - outras competições estaduais e nacionais seguem suspensas. 

A Copa Nordeste Sub-17 estava prevista para outubro, enquando o torneio Adulto deveria ocorrer em novembro, ambos na capital do Piauí. 

O principal torneio de futsal masculino da região iria ocorrer pelo segundo ano consecutivo no Piauí. Em 2019, o Ceará foi campeão, e o JES Futsal ficou com o segundo lugar, em decisão disputada no ginásio Verdão

Esse mesmo ginásio Verdão hoje abriga um hospital de campanha para pacientes infectados pelo novo coronavírus. 


O ginásio Verdão em abril de 2020, com leitos do hospital de campanha para pacientes com Covid-19

O torneio Sub-15 estava marcado para Recife (PE), e a Copa do Nordeste Sub-20 seria em Fortaleza (CE). 

Na semana passada, o presidente da federação do Piauí, Marcus Said, já demonstrava preocupação com a realização das competições regionais e nacionais marcadas para Teresina - o calendário ainda prevê a disputa da Taça Brasil de Futsal Masculino Adulto, em setembro.

Posts anteriores