Cidadeverde.com

Copa do Nordeste: Altos não conta com estreia de laterais contra o Botafogo-PB

Foto: Luís Júnior/A.A.Altos

Totty é observado por Waldemar Lemos em treino do Altos. Jogador deve estrear só semana que vem

Totty, pela direita, e Thiaguinho, pela esquerda, não devem ser relacionados para a viagem do Altos a João Pessoa (PB). 

Na quinta-feira (15), o Jacaré visita o Botafogo (PB), líder do Grupo C do Nordestão. E os reforços, que chegaram na semana passada, ainda não foram regularizados. 

O Carnaval atrapalhou qualquer plano de contar com os dois laterais na partida com o Belo. As federações estaduais e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) só reabrirão depois do feriado. 

O departamento de futebol do Altos considera improvável conseguir o registro dos atletas até quinta-feira. A ideia é contar com Totty e Tiaguinho no jogo com o Bragantino, dia 21, pela Copa do Brasil. 

Vagner e Netinho continuam como opções para o técnico Waldemar Lemos nos dois setores.

 

Copa do Nordeste 2018 em números: poucos cartões e quase três gols por jogo

Felipe Oliveira / EC Bahia

Em novo formato, a Copa do Nordeste se aproxima da metade de sua primeira fase com bons números dentro de campo, como mostra levantamento feito pelo Cidadeverde.com. 

Foram 17 jogos realizados antes do Carnaval - duas rodadas completadas e o início da terceira, com o jogo ABC 3x1 Vitória. 

A média é de quase três gols por partida. No Grupo B, apesar de uma partida a mais, a média é de 3,6 gols por jogo. 

Foto: Andrei Torres/ABC FC

A artilharia é provisória. Revelação do ABC (RN), Matheus fez nove gols em oito jogos na temporada - quatro deles marcados no Nordestão. No sábado, depois do 3 a 1 sobre o Vitória, o garoto de 19 anos se despediu sem balançar as redes. Foi vendido para o Corinthians e não joga mais no torneio em 2018. 

Em termos de disciplina, a média de cartões amarelos não chega a 5 por jogo. Já as expulsões, foram somente 5 até o momento. 

O Altos está entre os times mais disciplinados: recebeu apenas dois cartões amarelos em duas partidas - mas teve um atleta expulso. 

O Botafogo (PB), próximo adversário do Jacaré, é o mais indisciplinado: 11 advertências em duas partidas. 

Se você é fã de números, divirta-se com as estatísticas do torneio e acompanhe a Copa do Nordeste na TV Cidade Verde, com transmissão exclusiva dos jogos para todo o Piauí. 

Gols marcados
Total- 49 (média de 2,88 por partida)
Grupo A - 12 gols (média 3 por partida)
Grupo B - 18 gols (média 3,6 por partida)
Grupo C - 10 gols (média 2,5 por partida)
Grupo D - 9 gols (média 2,25 por partida)

Maiores goleadas
Sampaio Corrêa 4x0 Salgueiro (Grupo D)
Vitória 4x1 Ferroviário (Grupo B)

Artilharia
Matheus (ABC-RN) - 4 gols
Wallace (Náutico), Reinaldo (Globo-RN), Kanu (Vitória) e Daniel (CSA) - 2 gols

Melhor ataque
ABC (RN) - 8 gols (média 2,66)
Sampaio Corrêa (MA) e CRB (AL) - 5 gols (média 2,5)
Vitória (BA) - 7 gols (média 2,33)

Pior ataque
Salgueiro (PE) - nenhum gol
CSA (AL), Globo (RN) e Treze (PB) - 1 gol

Melhor defesa
Santa Cruz (PE), Botafogo (PB), Bahia, Sampaio Corrêa (MA) - 1 gol sofrido

Pior defesa
Ferroviário (CE) - 7 gols
Salgueiro (PE) - 6 gols

Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com

Cartões amarelos
Média - 4,52 cartões por jogo
Botafogo (PB) - 11 cartões
Altos (PI) e CSA (AL) - 2 cartões

Cartões vermelhos
Média - 0,29 por jogo
Globo (RN) - 2 cartões
Altos (PI), Náutico (PE) e ABC (RN) - 1 cartão

Altos jogará "final" na Paraíba para seguir vivo na Copa do Nordeste

Foto: Luís Júnior/A.A.Altos

Já virou lugar comum entre os boleiros: o time tem seis jogos no campeonato, então "vamos jogar seis finais". Força de expressão para dizer que o time vai dar tudo em cada partida. 

Na quinta-feira (15), pode-se dizer que o Altos terá mesmo uma final. Derrota para o Botafogo, em João Pessoa (PB), pode tornar improvável a hoje já difícil classificação para a próxima fase.

Ninguém esperava - talvez nem o Botafogo, que com certeza se esforçou para isso - mas os paraibanos lideram o Grupo C do Nordestão com 100% de aproveitamento. E os dois próximos jogos do Jacaré no Nordestão serão justamente contra o Belo. 

O Altos só tem um ponto, conquistado fora de casa contra o Náutico. No segundo jogo, perdeu para o Bahia, em casa. E desde então, os baianos começaram a crescer na temporada.

São duas vagas em jogo no mesmo grupo. Se quiser uma delas, o Altos precisa tirar pontos do Botafoto nas duas partidas - de preferência com pelo menos uma vitória. Se perder, além de deixar os paraibanos deslancharem, o Jacaré ficará em situação difícil para perseguir Bahia e Náutico na classificação. 

Calendário apertado não é mais a questão. As partidas do Altos tiveram datas alteradas. E depois dessa "final" pelo Nordestão, o Jacaré só voltará a jogar 8 dias depois, contra o Bragantino, pela Copa do Brasil. 

O Altos terá o Carnaval para estudar o Botafogo e surpreender a surpresa da Copa do Nordeste 2018. Inpirar-se na vitória sobre o Atlético (GO), pela Copa do Brasil, talvez ajude. 

Eliminada em Paris, Sarah Menezes terá trabalho para voltar ao topo do judô mundial

A volta ao circuito internacional não foi como Sarah Menezes esperava.

Dias antes de embarcar para Paris, a judoca concedeu entrevista afirmando que queria ser campeã. Não falou em ir ao pódio ou conseguir um bom resultado, como em outras ocasiões. Queria o título. 

Fez duas lutas. Venceu uma, perdeu outra. Não pontuou em nenhuma. 

Foi para o Golden Score com Edna Carrillo e chegou a estar empatada em duas punições com a mexicana. Quem sofresse mais uma, estaria eliminada. Sarah levou a melhor. 

Na sequência, nas oitavas-de-final, não foi assim. Antes do fim da luta, a piauiense já havia sofrido a terceira punição contra a ucraniana Daira Bilodid, visivelmente mais alta que Sarah Menezes. 

A eliminação, no entanto, não foi para qualquer uma. Com apenas 17 anos, Daira Bilodid é campeã europeia, venceu o Grand Prix de Tunes, na Tunísia, em janeiro, e agora é a nova campeã do Grand Slam de Paris na categoria ligeiro (48kg). A ucraniana venceu a sul-coreana Yujeong Kang na decisão. 

Sarah Menezes passo um ano entre as meio-leves (52kg). Estudou, analisou, sentiu a manga do quimono das adversárias. Decidiu voltar ao peso antigo. É um recomeço. Por mais que já tenha sido campeã olímpica entre as ligeiros, é um recomeço. As velhas conhecidas também já a conhecem mais. E surgiram novas adversárias a serem estudadas. É preciso ter paciência para reconquistar sua posição entre as melhores do mundo. 

Brasil sem medalha
Dos sete brasileiros em ação neste sábado, somente dois não foram eliminados na estreia: Sarah Menezes e Phelipe Pelim (60kg), que chegou mais perto do pódio. Depois de perder a semifinal para o uzbeque Sharafuddin Lutfillaev, o judoca foi derrotado na disputa de bronze pelo britânico Ashley McKenzie. O torneio continua neste domingo (11). 

Brasileiros no primeiro dia do Grand Slam de Paris 2018

Sarah Menezes (48kg)
Venceu Edna Carrillo (MEX) na estreia
Eliminada nas oitavas-de-final por Daria Bilodid (UKR)

Jéssica Pereira (52kg)
Eliminada na estreia por Astrid Gneto (FRA)

Eleudis Valentim (52kg)
Eliminada na estreia por Uta Abe (JPN)

Ketleyn Quadros (63kg)
Eliminada na estreia por Cuijuan Chi (CHI)

Phelipe Pelim (60kg)
Venceu na estreia Vicent Limare (FRA)
Venceu Lukhmu Geochkhvimiani (GEO) nas quartas-de-final
Derrotado por Sharafuddin Lutfillaev (UZB) na semifinal
Derrotado por Ashley McKenzie (GBR) na disputa de bronze

Felipe Kitadai (60kg)
Eliminado na estreia por Richard Vergnes (FRA)

Charles Chibana (66kg)
Eliminado na estreia por Zhiqiang Wu (CHI)

Campeã sul-americana, Valéria volta a ser convocada para a seleção feminina Sub-20

Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Doriva Bueno convocou, nesta sexta-feira (9), o primeiro grupo de jogadoras que irão se preparar para a Copa do Mundo Sub-20 de Futebol Feminino, que será disputada na França. 

A atacante piauiense Valéria, reserva na conquista do Sul-Americano Sub-20, disputado no Equador, em janeiro, integra a lista, que tem 26 atletas. 

Os treinamentos acontecerão entre 26 de fevereiro e 18 de março na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).  

Na semana seguinte, Valéria tem outro compromisso, dessa vez pelo Tiradentes (PI). O clube piauiense disputa a fase preliminar da Série A-2 do Campeonato Brasileiro. O jogo único com o Santana (AP) será disputado em Teresina, em dia a ser definido. 

Isso se Valéria permanecer no Tiradentes até o fim de março. A atacante afirmou ter sido sondada por cerca de 10 clubes, dois deles do exterior. 

Veja a lista de convocadas:

Goleiras
Kemellli - CBF
Stefane - CBF
Nicole - Santos
Suelane - Iranduba

Laterais
Isabela Fernandes - Ponte Preta
Monalisa - Iranduba
Rúbia - Centro Olímpico
Gisele - Iranduba

Zagueiras
Ingryd - CBF
Thais Regina - Sport
Andressa - CBF
Ariane - Internacional
Tainara - Vitória

Volantes
Karla - Santos
Angelina - Santos
Ana Vitória - Corinthians
Luana Sartório - Ferroviária
Juliana Passari - Ferroviária

Meio-campo
Victória - Minas Icesp
Micaelly - Sport
Ariadina - Sport

Atacantes
Nycole Raysla - Sport
Kerolin - Ponte Preta
Valéria - Tiradentes
Luana Grabias - Iranduba
Brenda - Iranduba

Sarah Menezes reencontra mexicana no Grand Slam de Paris neste sábado (10)

Fotos: Rafal Burza/CBJ

Sarah Menezes em 2016, na última luta que fez com a mexicana Edna Carrillo

A mexicana Edna Carrillo será a adversária de Sarah Menezes na reestreia da campeã olímpica na categoria ligeiro (-48kg). A judoca piauiense lutará no Grand Slam de Paris, na França, neste sábado (10). O Cidadeverde.com acompanha as lutas em tempo real a partir de 6h (horário do Nordeste). 

O sorteio das chaves foi realizado nesta sexta-feira (9) e colocou Sarah Menezes diante de uma oponente que ela já conhece bem. Edna Carrillo foi derrotada pela brasileira nas duas vezes em que elas se encontraram: no Mundial de 2010, no Japão, e no Masters de Guadalajara, no México, em 2016. 

Quem vencer o luta irá enfrentar a ucraniana Daria Bilodid, atual número 9 do mundo, que folga na primeira rodada. Será um confronto inédito para Sarah Menezes. A atleta de 17 anos é a atual campeã europeia e venceu o Grand Prix de Tunes, na Tunísia, em janeiro. 

Sarah Menezes não lutou na categoria ligeiro em 2017, ano no qual tentou se adaptar entre as meio-leves (52kg). Após desistir da mudança, ela retorna para sua antiga categoria sem os privilégios de ser cabeça-de-chave, pois só ocupa a 43ª posição no ranking mundial. 

Por isso, podemos dizer que o sorteio foi generoso com a piauiense, que poderia encarar logo cedo rivais mais fortes, como a molgol Urantsetseg Munkhbat e a japonesa Funa Tonaki, respectivamente líder e vice-líder do ranking mundial. Com essas, Sarah Menezes só irá se encontrar em uma final e semifinal. 

Veja a chave completa (48kg)

Federação vai ao STJD e CBF pedir punição para árbitro de Parnahyba x Coritiba ao STJD

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Parece que agora a parada ficou bem mais séria. 

Em entrevista ao Acorda Piauí desta sexta-feira (9), o presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Cesarino Oliveira, confirmou que a entidade irá protocolar queixa contra o árbitro André Luiz de Freitas Castro, que apitou o jogo Parnahyba 1x1 Coritiba, na quarta-feira (7), pela Copa do Brasil. 

O árbitro foi motivo da ira da torcida do Tubarão por dar 7 minutos de acréscimo no fim da partida - aos 52 minutos do segundo tempo o Coritiba empatou o jogo. 

Um documento será entregue para a Federação Goiana de Futebol (FGF) e Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A queixa também será formalizada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A FFP sabe que não reverterá o resultado do jogo, mas espera uma punição ao apitador.  

Foto: Roberta Aline

- Eu acho que o respeito é bom e se faz necessário. E que nesse momento ele (árbitro) pegue uma punição. Essa punição ele vai sofrer no bolso, porque no momento que ele deixa de apitar, ele deixa de auferir resultados financeiros para ele. E que isso possa servir de alerta. 

Em súmula, André Castro alegou ter dado "acréscimos devido substituições, entrada da maca para retirada de atletas supostamente lesionados, reposição de bola e atendimento do goleiro do parnayba".

Cesarino Oliveira estava no Albertão e reprovou a conduta do árbitro. Na visão do dirigente, estava clara a confusão formada no lance anterior, no qual o Coritiba reclamava de um gol que não teria sido marcado - a transmissão oficial da partida reprisava o lance polêmico e perdeu o gol do Coritiba no momento seguinte. 

- ... E ele (árbitro) mandando o outro lado seguir o jogo (enquanto os outros reclamavam). Foi aonde aconteceu o escanteio e aonde aconteceu o gol. 

Ouça a entrevista na íntegra do quadro Cidade Esportiva desta sexta-feira (9):

Classificação do Altos muda tabelas do Campeonato Piauiense e Copa do Nordeste

Foto: Luís Júnior/A.A.Altos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou para o dia 21 de fevereiro, quarta-feira, às 20h30, o jogo entre Bragantino (SP) e Altos (PI), pela segunda fase da Copa do Brasil. 

Será decisão em jogo único. Em caso de empate, avança para a terceira fase quem levar a melhor nos pênaltis. O mando de campo foi definido em sorteio. 

Para que a partida fosse agendada para o dia 21, a CBF antecipou o jogo do Altos com o Botafogo (PB) pela Copa do Nordeste para o dia 15, quinta-feira - a partida estava marcada para o dia 22. 

As mudanças forçaram a Federação de Futebol do Piauí mudar dois jogos do Jacaré pelo Campeonato Piauiense. 

Com isso, a agenda dos próximos jogos do Altos ficou assim:

15/02 - Quinta - 19h - Botafogo (PB) x Altos - Copa do Nordeste
21/02 - Quarta - 20h30 - Bragantino x Altos - Copa do Brasil
25/02 - Domingo - 16h - Altos x Parnahyba - Campeonato Piauiense - 5ª rodada
28/02 - Quarta - 16h - Altos x Flamengo - Campeonato Piauiense - 4ª rodada

Classificação na Copa do Brasil engorda o cofre do Altos

Foto: Luís Júnior/A.A.Altos

A classificação do Altos para a próxima fase da Copa do Brasil já garantiu ao atual campeão piauiense uma cota maior de participação no torneio, que já ultrapassará os sete digitos. Se somada com os valores da Copa do Nordeste, a cifra chega a quase R$ 2 milhões. 

Apenas por participarem da primeira fase, Altos e Parnahyba já tinham garantidos R$ 500 mil de cota da Copa do Brasil. Para a segunda fase, o Jacaré terá mais R$ 600 mil, chegando a R$ 1,1 milhão no torneio nacional. 

Só pela participação na primeira fase da Copa do Nordeste, o Jacaré tem garantidos R$ 775 mil. 

Com isso, hoje a diretoria do Altos tem a garantia de que contará com pelo menos R$ 1,875 milhão dos dois torneios. 


Divisão dos grupos é feita pelo ranking da CBF. Altos está no Grupo III

Pelo menos, porque os valores podem aumentar.

Uma classificação sobre o Bragantino (SP) levará o Altos para a terceira fase da Copa do Brasil, na qual os 20 clubes classificados irão receber R$ 1,4 milhão. 

Se passar para as quartas-de-final da Copa do Nordeste, o Altos ainda faturará mais R$ 450 mil. E os valores crescem a cada fase. 

No futebol piauiense, isso significa um poderio financeiro desproporcional para as receitas dos adversários e, em tese, pode dar mais condições para que o Altos conquiste o bicampeonato. Em tese, porque no futebol, tudo precisa ser confirmado dentro de campo. 

Árbitro relata objetos atirados pela torcida do Parnahyba: cerveja e chinelo

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Se a torcida do Parnahyba tinha motivos para reclamar do árbitro André Luiz de Freitas Castro, de Goiás, a súmula da partida de ontem (7), com o Coritiba (PR), deve estar mais furiosa agora. 

Não bastassem os 7 minutos de acréscimo que proporcionaram tempo para o Coritiba empatar o jogo em 1 a 1 e se classificar na Copa do Brasil, a súmula do árbitro relatou objetos atirados ao gramado do Albertão.

Dessa vez, a torcida do Tubarão não tem razão em reclamar. O time já jogou fora de casa por incidentes em 2016, no jogo com a Portuguesa (SP), também pela Copa do Brasil.

O relato em súmula deverá ser analisado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que poderá aplicar nova punição ao Parnahyba. 

Mais pano pra manga, mais assunto a ser discutido no Cidade Verde Notícias de hoje (8). Ouça na íntegra:

 

Posts anteriores