Cidadeverde.com

Sarah Menezes na revista ESPN de janeiro

A edição deste mês da revista ESPN dá destaque de capa a diversos atletas que se deram bem em 2009, e prometem muito para 2010. Nomes como o nadador César Cielo, o iatista Torben Grael, o goleiro Júlio César, e a judoca Sarah Menezes foram clicados em ensaio especial, e estão entre os escolhidos da publicação como os 11 melhores do ano.

Sarah Menezes é apontada pela revista como a "principal representante do judô feminino brasileiro". Não precisava dizer isso para quem acompanha o blog, mas não custa repetir. Ela divide página dupla ao lado de Barbara Leôncio, do Atletismo, e os atacantes Ronaldo e Adriano, que ilustra a capa da revista.

"Quero ganhar o Mundial Sênior e o Grand Slam. Mais que tudo, vou buscar feitos inéditos para as brasileiras, como ouro nessas competições", disse para a revista.

Completam o time Sheilla e Escadinha, do vôlei, Mineirinho e Maia Gabeira, do surf, Poliana Okimoto, da Natação, e Rubens Barrichello, do automobilismo.



Parabéns para Hélio Queiroz

Fábio Lima/Cidadeverde.com


Ex-presidente e hoje diretor da Federação Piauiense de Judô, Hélio Queiroz é uma das pessoas mais repeitadas da modalidade dentro do Estado. A organização de torneios por ele feita é marca registrada, e sempre arranca elogios de dirigentes nacionais.

Mais do que isso, pela figura humana que é, merece os parabéns pelo aniversário comemorado neste 18 de janeiro.


Lula vascaíno?

CRVasco/Site Oficial


Foto da torcida no jogo Vasco 1x0 Tigres, pelo Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, no sábado.

Game das Olimpíadas de Inverno dá prêmios

O Comitê Olímpico Internacional está acertando a mão quando o assunto é lidar com o público jovem. Pensar assim é trabalhar justamente com os que poderão ser atletas, ou simplesmente passarão a acompanhar diversas modalidades.

A novidade da hora é o jogo das Olimpíadas de Inverno de Vancouver, no Canadá, que acontecem em fevereiro. Os maiores pontuadores podem levar TVs, notebooks, e máquinas fotográficas digitais.

Clique aqui para acessar o jogo

Com boa qualidade, e níveis de dificuldade que vão desafiar os viciados em vídeo games, o jogo tenta trazer para o computador algumas das modalidades dos Jogos de Inverno. Quando mais difícil, mais pontos você pode acumular para ganhar os prêmios.



A quantidade de bandeirinhas vermelhas no alto significa que eu já me ferrei nesse jogo.

Os virtuais candidatos a presidente da FFP

Elizeu Aguiar disse nos últimos dias que a Federação de Futebol do Piauí precisa de mudança no seu comando. Não respondeu uma coisa: quem seria o candidato a substituto de Lula Ferreira?

Nas entrelinhas, eu mesmo já disse por aqui: pode ser o próprio Elizeu. O outro nome é posto desde 2006: o presidente da Fundespi, Vicente Sobrinho. O sucesso de competições amadoras e o trânsito livre no Governo para intermediar ajuda aos clubes de futebol o tornou bem quisto entre os dirigentes.

Quanto ao Vicente, conversei com o mesmo nesta semana, e ele não usa o termo se candidatar. O gestor diz estar pronto para ajudar os clubes no que for preciso, e uma demonstração clara é a reunião convocada para a manhã desta segunda-feira na Secretaria de Fazenda. Candidato mesmo ele quer ser a deputado estadual, e disputa dentro do PT uma das indicações.

Sendo mais direto, lembrei que seu nome é sugerido para a FFP desde a eleição passada. Perguntei se poderia então acumular os cargos de presidente da Federação e deputado estadual.

- Não vejo problema nenhum. Se uma coisa não ajudar a outra, atrapalhar não vai - declarou.

Pode também Lula Ferreira, caso se sinta pressionado pelas críticas, lançar um novo candidato de dentro da FFP. O nome do diretor Daniel Gonçalves é o primeiro que vem a mente de qualquer um que acompanha o futebol piauiense.

Mas no caso de Elizeu Aguiar ou Vicente Sobrinho, o certo é que nenhum dos dois se lançaria do nada. Eles sabem que hoje Lula Ferreira seria reeleito com facilidade, mesmo com a dura dada pelo River, e ainda se este estivesse apto a votar. O mais fácil para eles seria um acordo para substituir a diretoria, e não uma disputa entre situação e oposição.

Porém, e se a coisa caminhar para o lado mais difícil? Para mim, depois de tudo o que Elizeu declarou, o River não pode aceitar voltar ao futebol em 2011 com a atual gestão da Federação. O candidato natural é ele.

Mas enquanto o segundo semestre não chega, vamos deixar o lado analista político para falar de esportes, na esportiva. Afinal, o Campeonato Piauiense está chegando...

De olho "puxado" nas adversárias de Sarah

Das 16 melhores do mundo, só nove na categoria até 48 quilos apareceram para a disputa do Másters do Japão...

Digo, da Coréia do Sul, neste fim de semana. Falei Japão de novo porque vi a foto do pódio onde Sarah Menezes poderia estar, caso não estivesse se recuperando de lesão:



E a disputa foi tão acirrada que a líder do ranking, Tomoko Fukumi, sequer esteve na final. Ela foi derrotada na semifinal por outra japonesa, Haruna Asami, que na decisão pelo ouro superou outra japonesa, Kaori Kondo. O outro bronze foi para Shoko Ibe, também do Japão.

E a coreana Jung-Yeon Chung, que derrotou Sarah Menezes na disputa pelo bronze no Mundial Sênior, disputado na França? Não passou da primeira luta. Perdeu logo para Eva Csernoviczki, da Hungria. Lembra dela? Foi quem eliminou a judoca piauiense dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Palmeiras, Mogi Mirim, Flamengo, Niel...

Atenção, Flamengo!

O Palmeiras venceu o Mogi Mirim por 5 a 1 na estreia do Paulistão 2010, na tarde de sábado.

Tudo bem, o Mogi tinha um a menos antes dos 40 minutos do primeiro tempo, que terminou com vitória alviverde por 2 a 0.

No segundo tempo, um conhecido nosso ajudou a por pressão nos donos da casa. O gol de honra do time do interior veio com cruzamento do lateral direito Niel, ex-Flamengo/PI, e cabeçada de Geovane.

Depois disso, a coisa desandou, e até o Niel levou cartão amarelo.

É bom ficar de olho.

Só Love, Só Love...

Quer irritar seu colega vascaíno, tricolou ou botafoguense no seu lado. Abra o site oficial do Flamengo: www.flamengo.com.br.

Além da foto do Vagner Love, o site toca a música "Só Love", de Claudinho e Buchecha. A canção foi cedida sem ônus pelo cantor Buchecha para o clube.

E não custa nada perguntar: Denis Marques e Obina, o que será deles? O Flamengo precisa de banco, é claro, mas serão eles?


Saída do River começa a repercutir...

Matéria da agência Lancepress publicada nos portais do Diário Lance e do jornal O Globo.

Nas linhas de Mariana Fraga, nada que não tenha sido dito por aqui. A diferença é que o não do River, clube piauiense mais lembrado fora do Estado, 40º no ranking de 80 clubes da Timemania, começou a ser ouvido.

Vamos ver até quando e onde ecoará.

Cinema na esportiva: Contra tudo e todos



Campeão

(Swimming Upstream, Austrália, 2003, 102min)

A história se passa na Austrália dos anos 50. O pai Harold desconta a raiva pelo desemprego e de suas frustrações do passado na esposa e nos quatro filhos, que tiveram de conviver a infância e adolescência com isso. Na verdade, quem mais sofreu foi Tony Fingleton, renegado por supostamente não ser bom em nada, até que um dia ele descobre que poderia ser campeão de natação.

Quando o pai descobre o talento do filho, passa a treiná-lo junto com John, o filho predileto que ele acreditava ser melhor. Algo como, se Tony pode ser campeão, John será um fenônemo. Mas os dois, de início, não ligam para isso. São muito amigos.

Não bastasse o pai lhe bater e humilhar na frente dos outros, Tony ainda foi traído no meio do filme e viu escapar um grande sonho. Mesmo assim, passou por cima de tudo e todos, e tornou-se campeão no esporte e na vida. Como isso aconteceu é o que eu não posso contar.

O final não é feliz, e é. Na verdade, isso quem decide é você. Afinal, tudo foi baseado em fatos reais, e alguns dos problemas retratados no filme, como a família emocionalmente desgastada, continuam até hoje.



Se você é assinante do Telecine, a programação prevê apresentação nos dias 22 e 24 de fevereiro.


Posts anteriores