Cidadeverde.com

Casa do Oleiro é mantida 70% com ajuda de voluntários anônimos

"Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo". O mandamento de Cristo expressa bem o tema do programa Natal Cidade Verde e foi relembrado pelo pastor José Gouveia, presidente da Casa do Oleiro. A unidade terapêutica atua no tratamento de dependentes químicos e é mantida 70% com doações de voluntários. 

Fotos: Kelson Vieira

"Jesus disse que não veio para os sãos, mas para os doentes. A gente se completa quando serve. Não encontramos definição da palavra 'amor' no dicionário, mas no calvário de Cristo, com Jesus se doando em favor daqueles que não mereciam. Doar o tempo, ser voluntário, servir ao próximo é a grande missão", disse Gouveia

A Casa do Oleiro existe há sete anos e ajudar a salvar a vida de homens e mulheres. Durante o especial, o coordenador aproveitou também para agradecer aos voluntários, que na maioria são anômimos.

"Não sei quem é a grande maioria dos voluntários. São anônimos que se manifestam, que se doam voluntariamente e não sabemos quem é. Sei que agora todos estão assistindo e quero agradecê-los", disse o presidente

O restante dos recursos para custeio da instituição são repassados através de parceria com os governos federal e estadual.

Conheça a Casa

A unidade terapêutica é uma entidade sem fins lucrativos e com ações e práticas para a diminuição do sofrimento na vida dos indivíduos e das famílias atingidas pela dependência química. São atendidas, anualmente, em média 1.500 dependentes químicos (homens e mulheres) e mais de 1.200 famílias e/ou amigos. 

Localizada na região do Todos os Santos, zona Sudeste de Teresina, o espaço oferece centro de tratamento masculino e feminino com dormitórios, refeitório, banheiros, espaços para atendimento psicossocial, salas de aula, espaço para oficinas e área de lazer com piscina, campo de futebol, vôlei e quadra poliesportiva.

O tratamento é feito com apoio, recuperação e reabilitação aos usuários e familiares que sofrem com as consequências do uso abusivo e dependência do álcool, crack e outras drogas. O programa de recuperação acontece através do acolhimento em regime residencial temporário com duração de seis meses e grade curricular específica.

O contato pode ser feito através do 86 3234 8284, de 8h às 12h.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com