Cidadeverde.com
Política

Lilian é eleita para conselheira do TCE com 25 votos na Assembleia

Imprimir
A Assembleia Legislativa do Piauí anunciou nesta sexta-feira - às 11h50 - que a secretária Estadual de Saúde, Lilian Martins, é a nova conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ela foi eleita com 25 votos.

Fotos: Evelin Santos

A candidatura de Lilian Martins, primeira-dama do Estado, recebeu duras críticas dos adversários. A eleição ocorreu em sessão especial durante toda a manhã de hoje. Lilian Martins é a 2ª conselheira a ocupar o cargo no TCE. A 1ª foi Waltânia Alvarenga, que atualmente é vice-presidente do Tribunal na gestão de Kennedy Barros. 

Leia Também:

O jornalista Zózimo Tavares obteve três votos e Arimateia Dantas recebeu um. O restante não conseguiu nenhum voto dos 29 deputados presentes na sessão. Apenas Antônio Uchôa se ausentou da votação. 



Atualizada às 11h05

A secretaria Estadual de Saúde, Lilian Martins, usou agora pouco – às 10h30 - a tribuna para justificar a sua candidatura ao cargo de conselheira do TCE, uma das mais atacadas nos últimos dias. Ela destacou que tem 30 anos de carreira e não existe uma “macula” na vida pública e privada.


“Antes de ser mulher de alguém, e sou com orgulho, estou aqui em condição de igualdade como qualquer outra pessoa. Queria aqui ser vista como cidadã, pois me submeti a todas as regras, como todos os outros”, disse a candidata.

Ela informou que se for eleita vai renunciar ao cargo de deputada estadual e se afastará da Secretaria Estadual de Saúde. Lilian ressaltou que é advogada e enfermeira e que está preparada para assumir o cargo. "Tenho conhecimento jurídico, conheço todos os trâmites", disse. 


“Sou extremamente equilibrada e tenho auto controle de minhas ações”, garantiu. 


Atualizada às 10h23

O candidato Arimateia Dantas, da Força Tarefa, disse que a candidatura de Lilian Martins é no “mínimo indecorosa” ao falar na tribuna e justificar sua candidatura. 

"Sua candidatura é uma proposta no mínimo indecorosa, pela conjuntura política, por ser esposa do governador e ter a ousadia de querer julgar as contas do governo. A vontade de mudar precisa chegar, eu entrego o futuro na mão de vocês".

Ele relembrou atos de combate à corrupção realizados pelos membros do TCE e disse: "O conselheiro tem que ser aquele que vai conhecer os municípios, que vai, se for preciso a pé, como já fomos".

Sobre seu possível trabalho no TCE: "Nossa eleição vai baratear o processo eleitoral através da fiscalização das licitações. Sabemos como o processo funciona, antes de chegar às cartas marcadas", destacou.


Atualização às 10h


A primeira-dama e secretária Estadual de Saúde, Lilian Martins, está no plenário da Assembleia Legislativa acompanhando a votação para a escolha do novo conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado). A votação ocorre neste momento. Candidata, Lilian disse que está em paz e com a “consciência tranquila”.

Fotos: Evelin Santos

“Me submeti ao processo como todos os outros e estou com a consciência tranquila. Estou muito otimista”.

Zózimo ataca eleição

O primeiro a falar após sorteio, o jornalista Zózimo Tavares, editor-chefe do jornal Diário do Povo, atacou o processo de escolha do conselheiro. “Esse processo está viciado”, disse.


O jornalista afirmou ainda que hoje não iria criticar Themístocles Filho e justificou: “Porque ele já foi atropelado no seu dever de se candidatar ao cargo”, lembrou Zózimo, pois Themístocles desistiu de disputar a vaga, após suposto acordo com o governo.


Ele parabenizou o Ministério Público por tentar barrar o processo. 

“Um conselheiro deve agir com independência e eu não estarei impedido de julgar as contas de quem quer que seja”, disse o jornalista que garantiu que irá reprovar contas de gestores que não adotar o piso nacional dos professores.



Discurso do procurador José Pinheiro:

"A vaga de conselheiro do TCE não pertence à Assembleia, pertence à sociedade piauiense. Nada impede que o escolhido seja um deputado ou uma deputada, mas nada determina que seja um parlamentar". 

"Estou preparado para a vaga e meu acesso aos cargos públicos foi através de concurso. Esse ano completo sete anos como procurador Geral do Tribunal de Contas do Estado".


Atualizada às 9h 


A Assembleia Legislativa do Piauí iniciou agora pouco - às 9h34 - a votação para escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A escolha ocorre após decisão do Tribunal de Justiça do Estado que cassou liminar do juiz Reinaldo Magalhães (2ª vara) e autorizou a eleição.


14 candidatos disputam a vaga deixada pelo conselheiro Xavier Neto. Cada deputado vota em um único candidato. O escolhido terá que ter mais de 16 votos. A votação é secreta. 

Os candidato usarão a tribuna para justificar a sua candidatura ao cargo do TCE e terão 5 min para falar. Por sorteio, o primeiro a falar é o jornalista Zózimo Tavares.


Ao abrir a sessão, o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB) esclareceu que há 20 anos acontece a escolha sem problema. “Todos os conselheiros seguiram o mesmo rito na eleição. Os atuais e aposentados conselheiros e não houve mudanças”, disse Themístocles Filho.



Veja a lista dos candidatos:

Carlos Máximo de Carvalho Barros
José Araújo Pinheiro Júnior
Zózimo Tavares Mendes
José Ivan Lopes
Willame Carvalho e Silva
Jean Carlos de Brito
Lilian de Almeida Veloso Nunes Martins
Rosilda Bezerra Angelim
Francisco César Abreu da Fonseca
Alexandre Cristian de Jesus Noleto
Célia Maria Soares de Araújo Lima
Rudá Tupinambá Rodrigues Caland
Simone Maria Bandeira Sousa
José de Arimateia Dantas Lacerda  




Flash Yala Sena e Jordana Cury
yalasena@cidadeverde.com
Imprimir