Cidadeverde.com
Geral

PI:Delegados sobem valor da fiança contra motoristas embriagados

Imprimir

Os delegados do Piauí estão aumentando os valores das fianças cobrados contra motoristas flagrados embriagados ao voltante como forma de punição mais severa visando reduzir o número de acidentes no Estado.


Segundo levantamento da Polícia Rodoviária Federal, uma média de 28 motoristas são presos nas rodovias do Piauí acusados de dirigir sob efeito de álcool. E esses dados são crescentes. Somente em um sábado no mês passado, foram conduzidas 12 pessoas para delegacias.



Delegado Evaldo Farias



O delegado Evaldo Farias, diretor das delegacias especializadas, informou que, pela lei, a multa varia de 0 a 100 salários mínimos, de acordo com as condições sociais e econômicas do infrator.


Segundo o delegado, a polícia está substituindo fiança irrisória por valores mais pesados no bolso do infrator para inibir a ocorrência de acidentes.


"Se ele não se educa por amor ao próximo, como pedem as campanhas, vamos agora mexer no seu bolso, para que ele possa sentir as consequências de seu ato irresponsável", declarou.


Ainda de acordo com o delegado, têm aumentado o número de atropelamentos, colisões e choques, causando graves danos e aumentando gastos com saúde devido ao crescente número de internações.


O relações públicas da PRF, Raimundo Rameiro, afirmou que a polícia aprova essa medida porque é uma forma de reduzir os acidentes. "O motorista agora deve pensar duas vezes antes de misturar direção com bebida alcoólica", afirmou.


Em caso de embriaguez, o motorista é preso em flagrante, encaminhado para o distrito policial mais próximo e paga uma fiança arbitrada pelo delegado e responde ao processo em liberdade.


Na Central de Flagrantes de Teresina, já foi imputada multa de mais de R$ 7 mil a um motorista.


Flash de Yala Sena
Redação de Leilane Nunes
[email protected]

Imprimir