Cidadeverde.com
Geral

Traficantes presos em aeronave no PI são recambiados para o CE

Imprimir

Os três acusados de tráfico presos na cidade de Picos ao pousarem um helicóptero no final da tarde de ontem (04) foram recambiados para a cidade de Iguatu (CE). O comboio de cinco viaturas e helicóptero da PM do Ceará, supervisionados pelo coronel Macedo, comandante do policiamento cearense, seguiram viagem às 05h30 de hoje (05).



Da esquerda para a direita: Alexandro Pinho, Felipe Ramos e José Tadeu dos Santos


Felipe Ramos Moraes, 25 anos, José Tadeu dos Santos, 52 anos, e Alexandro de Oliveira Pinho, 33 anos, todos de São Paulo, são os acusados de terem descarregado 187 Kg de cocaína pura em Iguatu.


A prisão foi provocada pelo delegado de entorpecentes da Polícia Federal do Piauí, Carlos Alberto.



Foto do helicóptero em que foram presos, encontrada no tablet apreendido com os acusados. Os pacotes no chão são os 187 Kg de cocaína


Segundo o coronel Wagner Torres, comandante do 4ºBPM de Picos, em depoimento, Felipe Ramos Moraes declarou que o helicóptero estava em seu nome.


Coronel Wagner Torres




O único que já tinha registro de passagem pela polícia é José Tadeu, por homicídio cometido em Belo Horizonte.


Dentro do helicóptero foram encontrados R$ 29.677 mil em dinheiro, R$ 12.263 em cheques e 10 cartões de crédito, além de 5 celulares, um notebook e um tablet.


A polícia estima que os 187 kg de cocaína pura estejam avaliados em R$ 2,2 milhões e, depois de preparada para a venda, a quadrilha conseguiria apurar R$ 15 milhões.


Ainda de acordo com o coronel Wagner Torres, as investigações continuarão para saber que tipo de ramificação a quadrilha interestadual de tráfico tem no Piauí. "Eles estavam usando o Piauí como rota de tráfico. Isso é fato. Antes de posarem aqui eles passaram por Mato Grosso e Bahia para reabastecer. Essa investigação terá continuidade e deveremos ter surpresas nos próximos dias", declarou o coronel.


Matéria relacionada
Helicóptero pousa no Piauí com R$ 25 mil do tráfico; trio é preso



Leilane Nunes
leilanenunes@cidadeverde.com

Imprimir