Cidadeverde.com
Cidades

Docentes acampam em Prefeitura contra atraso de pagamentos

Imprimir
Cerca de 60 professores estão acampados há mais de 24h na sede da prefeitura do município de Dom Inocêncio, localizado a 615 km de Teresina.  A classe protesta contra o atraso de três meses nos salários. 

Segundo Aguinaldo Oliveira, representante da associação dos professores, os manifestantes já ocuparam a sala de espera e a tesouraria do poder municipal e prometem ficar no local até a resolução do problema. 

Fotos: Gustavo Almeida

De acordo com Oliveira,  foram levados para prefeitura colchões, ventiladores, bolsas, pertences pessoais e até um berço de bebê. 

"Estamos cozinhando aqui numa casa da vizinhança, mas vamos trazer o fogão amanhã. Estamos dormindo na prefeitura e só sairemos quando resolverem o problema já que o prefeito disse que não estamos incomodando", revelou. 


Ainda segundo o representante dos professores, a classe já se reuniu com o prefeito Inocêncio Leal Parente que se comprometeu em normalizar o pagamento dos professores por ordem alfabética, a partir do próximo dia 10. No entanto, a negociação não agradou os manifestantes. 


Com o protesto, os professores já conseguiram receber o pagamento referente ao mês de setembro, mas garantem que só sairão da sede da prefeitura quando receberem pelo menos o mês de outubro.


Em entrevista ao Cidadeverde.com, o prefeito informou que apenas o mês de novembro está pendente e que o mesmo será pago a partir do próximo dia 10, por ordem alfabética. Inocêncio Parente disse ainda que o expediente da prefeitura está ocorrendo, porém com dificuldades devido à manifestação. 

"O mês de setembro está pago e novembro já está na conta. O que acontece é que o pagamento é feito por ordem alfabética e sempre quem fica por último reclama. Como o dinheiro é pouco, a maneira mais justa que encontramos foi esta. A manifestação é um direito da democracia", revela.  


Graciane Sousa (ESpecial para o Cidadeverde.com)
Imprimir