Cidadeverde.com
Esporte

Refletores do Albertão falham a 20 dias do jogo do Santos no Piauí

Imprimir
O estádio Albertão apresentou problemas na noite da última quinta-feira (21), quando os amigos do craque Zico disputaram amistoso com ex-atletas de River e Flamengo (PI). A partida acabou antes do fim por conta dos refletores, apagados abruptamente aos 34 minutos do segundo tempo, antes de um temporal cair sobre Teresina. 

Fotos: Raoni Barbosa/Revista Cidade Verde


O incidente levanta dúvidas sobre as condições atuais da maior praça esportiva do Piauí. No dia 10 de abril, o Flamengo (PI) recebe o Santos (SP) pela Copa do Brasil, em jogo de grande expectativa pela esperada presença do atacante Neymar, que nunca atuou nos gramados do Estado. 


O amistoso de ontem já começou sem uma das quatro torres acessas - só dois refletores estavam ligados por trás da arquibancada especial. Antes do tempo regulamentar do segundo tempo chegar ao fim, um vendaval tomou conta do gramado e as duas torres por trás da arquibancada popular se apagaram. Zico abria os braços sem entender o que acontecia. O jogo acabou. Minutos depois, uma forte chuva começou.


O presidente da Federação de Futebol do Piauí (FFP), Cesarino Oliveira, disse que o público e a falta de manutenção do Albertão deixaram a desejar para o jogo de ontem.  “O jogo serviu como teste para a Copa do Brasil e vimos a necessidade de manutenção no estádio”, avaliou. 


O Cidadeverde.com tentou contato com o presidente da Fundação de Desporto do Piauí (Fundespi), Marco Aurélio Sampaio, mas não obteve sucesso.



Fábio Lima e Caroline Oliveira
Imprimir