Cidadeverde.com
Geral

PRF: Ultrapassagem perigosa é o que causa mais mortes nas BRs

Imprimir
O governo federal elabora um projeto de lei para aumentar o valor da multa em relação às ultrapassagens perigosas e o trânsito pelo acostamento. No Piauí, foram contabilizados apenas 102 acidentes provocados por este tipo de infração, mas que provocaram a morte de 58 pessoas, sendo considerado, estatisticamente, o tipo de acidente mais letal das estradas piauienses. 


O trecho entre o quilômetro 1 e o quilômetro 10 da BR-316 que corta a zona Sul de Teresina é um dos que mais se registra esse tipo de infração e considerado um dos mais perigosos do Brasil.

“É o mais alto índice que temos em relação aos dados estatísticos, já que uma pequena quantidade de acidentes tem elevado número de mortes. É uma morte a cada dois acidentes, é muito letal. Esse trecho (BR-316) é um dos 60 mais violentos do país em relação a acidentes e a esse tipo de manobras, o que é insatisfatório”, destacou o Inspetor Raimundo Rameiro da PRF.


A PRF divulgou ainda que são aplicadas cerca de 350 multas por mês por ultrapassagem indevida e é a quarta maior causa de multas no Estado. 

O inspetor acredita que o projeto de Lei que está sendo elaborado pelo Ministério da Justiça e o Ministério das Cidades que irá aumentar a multa em cinco ou dez vezes o valor atual (de R$ 191,00) possa ser votado rapidamente pelo congresso assim como aconteceu com a Lei Seca. 


Caroline Oliveira

Imprimir