Cidadeverde.com
Geral

Polícia Militar ocupa 40 vilas na zona sul, região do grande Promorar

Imprimir
Ampliada às 9h15

A Polícia Militar iniciou efetivamente a operação São Jorge, na região do grande Promorar, zona Sul de Teresina, nesta quarta-feira(24). A ação já começou com a prisão de três homens em um carro roubado e com revólver e pistola, após uma perseguição até a avenida Miguel Rosa. 

“Com ajuda do helicóptero perseguimos e conseguimos abordar as pessoas no carro roubado. Eles foram presos na avenida Miguel Rosa saindo daqui da região”, destacou o coronel Alberto Meneses, comandante de Policiamento da Capital (CPC).

Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com


Veja matéria:

Os policiais se reúnem no campo de futebol no Parque São Jorge. São 50 policiais em 10 guarnições, desde o policiamento aéreo até o montado. “A cavalaria vai operar durante a noite e vamos ficar na região o tempo que for necessário, realizando um policiamento mais repressivo que preventivo, diferente do que era feito, já que a operação foi divulgada com antecedência”, explica o comandante do CPC. 


A Polícia Militar vai atuar em 40 vilas com difícil acesso. “Mudamos nossa forma de atuação, já que temos que nos adaptar ao terreno, com muita mata envolta”, destacou Alberto Meneses. 


Esta é a quarta ocupação realizada pela PM em bairros considerados críticos para a violência, o primeiro foi a Vila Jerusalém, depois Morro da Esperança, Santa Maria da Codipi, depois retornou à Vila Jerusalém e agora avançou para o Promorar.

Apreensões

Duas motos apreendidas e uma arma de fogo na madrugada de terça(23). Segundo o coronel Alberto Meneses está tomando conta da região aos poucos, diferente das outras já realizadas para evitar uma possível fuga dos criminosos. 


Ele afirmou também não tem um período determinado para terminar como as operações anteriores, exatamente para evitar que os bandidos retornem para a região. “Se a gente avisar quando termina eles já marcam a passagem de volta”, afirmou o oficial PM. 


De acordo com capitão Flávio Santos, comandante da Companhia Independente do Promorar, o principal objetivo é coibir aliciamento para o consumo das drogas. “Aqui é uma área de alto risco onde prevalece o tráfico de drogas e o uso de muitas armas de fogo, vamos prevalecer por aqui até quando houver necessidade”.

 
Flash Rayldo Pereira
Redação de Caroline Oliveira
Imprimir