Cidadeverde.com
Geral

Professora que matou ladrão afirma em depoimento que se defendeu

Imprimir
A professora Mayara Machado prestou depoimento à polícia ontem (18), na Delegacia Geral. A informação é do delegado geral James Gerra, que escutou a mulher acusada de atropelar e matar o assaltante que teria lhe roubado na última segunda-feira. Muito abalada, e acompanhada do seu advogado, a professora disse que o acidente ocorreu para se defender do assaltante.  

Fotos: Carlos Lustosa Filho / Cidadeverde.com

James Guerra informou que irá designar um delegado especial para investigar o caso e enfatizou que não revelará detalhes do inquérito, que correrá sob sigilo. 

Foto: Wilson Filho / Cidadeverde.com

"Será um único inquérito que a princípio vai investigar o assalto e o que aconteceu depois. Não abriremos duas investigações", explicou o delegado. Segundo ele, em tese a professora ainda pode ser indiciada por homicídio.

Fotos: Carlos Lustosa Filho / Cidadeverde.com

"Nos resta saber como tudo aconteceu, se foi em legítima defesa ou em outras circunstâncias, mas só vamos divulgar informações ao final do inquérito", destacou.

James Guerra confirmou que apenas objetos pessoais da professora foram levados e que outras vítimas do assaltante Rafael Bastos, 30 anos, estão se apresentando à polícia.

Fotos: Carlos Lustosa Filho / Cidadeverde.com
Rafael Bastos

O delegado especial que vai investigar o caso ainda não foi escolhido. O conteúdo do depoimento não foi revelado.


Matérias relacionadas:

Flash de Carlos Lustosa Filho
Redação de Jordana Cury

Imprimir