Cidadeverde.com
Esporte

Uefa resolve criar um torneio entre as seleções da Europa

Imprimir
A Uefa resolveu criar um torneio entre as seleções da Europa, paralelo à Eurocopa, principal competição entre países do continente, como forma de reduzir o número de amistosos e aumentar o nível de competitividade das equipes: a Uefa Nations League, ou Liga das Nações, em português.

A previsão é de que os primeiros jogos do torneio sejam disputados em setembro de 2018, apenas algumas semanas depois da realização da Copa do Mundo na Rússia.

O formato do novo campeonato ainda não está totalmente definido, mas o plano da entidade é dividir todas as 54 federações-membro em quatro grupos, com base no ranking europeu, com essas chaves sendo depois subdivididas em outras de três ou quatro seleções.

Os times de cada um dos grupos se enfrentam entre si em jogos dentro e fora de casa, com o líder de cada chave se classificando para o chamado "final four", que contará com as quatro melhores equipes. As seleções que ficarem nos últimos lugares serão rebaixadas, apesar da entidade ainda não ter decidido como será feito esse descenso e a promoção de seleções.

Além disso, a Liga das Nações pode valer vaga para as fases finais da Eurocopa de 2020. Quatro times de cada grupo e que ainda não tiverem garantido vaga na Euro devem fazer um playoff para assegurar um lugar no principal torneio do continente.

O alemão Wolfgang Niersbach , presidente do Comitê de Competições da Uefa, se mostrou bastante confiante de que esse modelo de torneio seja o caminho certo para despertar o interesse nas seleções europeias quando não estão na Eurocopa ou Copa do Mundo.

"Este é um grande passo para as equipes nacionais da Europa e esperamos que os torcedores apoiem o novo formato. Percebemos esse interesse e a boa vontade de todas as confederações.”, afirmou o dirigente.

Segundo a Uefa, os torcedores percebem que a maioria dos amistosos realizados pelas suas seleções não proporciona futebol competitivo e de grande significado. Agora, porém, os fãs vão passar a ter a oportunidade de ver a sua nação disputar mais jogos oficiais, participar de uma nova competição e obter uma segunda oportunidade de qualificação para os principais torneios internacionais.

Como os campeões de Copa do Mundo e Eurocopa são conhecidos em anos pares, agora, a cada ano ímpar, haverá também um campeão da Liga das Nações da Europa.


Fonte: IG
Imprimir