Cidadeverde.com
Geral

Presos deixam rastro de destruição após rebelião na Casa de Custódia

Imprimir
A rebelião de cerca de 5h na Casa de Custódia ocorrida na quinta-feira (24) deixou um rastro de destruição nos pavilhões “E”, “F” e “H”. O Cidadeverde.com obteve imagens dos estragos deixados pelos detentos. 


Os presos se amotinaram após a falta de água dentro do presídio. Durante o confronto com a polícia, quatro presos ficaram feridos. A Polícia Militar do Piauí usou bombas de efeito moral e tiros com balas de borracha para conter a rebelião.


O motim mais violento ocorreu no pavilhão “F”. As imagens mostram a entrada do pavilhão “F” onde os presos colocaram colchões fazendo barricada para dificultar a entrada dos agentes e da PM.


No mesmo pavilhão, os detentos escalaram a grade de proteção do pátio e fizeram buracos para chegar até o vão interno da laje. Eles fizeram buracos e tentaram fugi.
Os presos arrancaram as tampas coletoras – de concreto armados – usaram os ferros e pedras como armas. No pavilhão “H”, os presos destruíram cerca de 12 grades.


O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí cobra a divisão de todos os pavilhões da Casa de Custódia para diminuir o poder ofensivo dos internos. Além da nomeação dos 27 agentes que esperam ser contratados. A direção do Sindicato reivindica ainda a imediata retomada das obras paradas dos dois pavilhões da Custódia e agilizar a construção dos presídios de Campo Maior e Altos.






Flash Yala Sena
Imprimir