Cidadeverde.com
Política

Desembargador não assume vice-presidência do TRT para atuar no TST

Imprimir
Yala Sena/Cidadeverde.com
 

O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, Arnaldo Boson Paes, renunciou ao cargo de vice-presidente e corregedor do TRT nesta quinta-feira (20). A carta de renúncia foi lida durante a posse da nova presidente Enedina Maria Gomes dos Santos, na manhã de hoje. 

Boson justificou sua decisão por conta do seu trabalho no Tribunal Superior do Trabalho, onde atua como desembargador convocado e auxilia os ministros no julgamento de processos. O magistrado, a princípio, acreditou que poderia acumular as funções, mas reavaliou e optou por não assumir os cargos para o qual foi eleito em outubro deste ano, juntamente com Enedina Gomes dos Santos para o biênio 2015/2016.O desembargador já havia presidido o TRT durante o biênio 2006/2008.

O TRT deverá realizar uma nova eleição para vice-presidente e corregedor, mas ainda não há data para que o pleito ocorra. 

Atualmente oito desembargadores compõem o pleno do TRT-PI: Francisco Meton Marques de Lima, Liana Chaib, Wellington Jim Boavista, Laércio Domiciano, Fausto Lustosa Neto, Enedina Maria Gomes dos Santos, Arnaldo Boson Paes e Manoel Edilson Cardoso.

 

 

Carlos Lustosa Filho
[email protected]

Imprimir