Cidadeverde.com
Esporte

Empresário de Felipe revela que goleiro foi demitido pelo Flamengo

Imprimir

Afastado do elenco principal flamenguista pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o goleiro Felipe não seguirá vestindo o manto rubro-negro. O empresário do arqueiro, Marcelo Robalinho, comunicou que o jogador de 30 anos acabou demitido pela formação da Gávea. Porém, descartou a saída em litígio, mesmo com a falta de acordo nas negociações para a renovação contratual.

"Confirmo que o goleiro Felipe foi demitido pelo Flamengo. A decisão de demissão não significa um litígio entre as partes. As consequências jurídicas da demissão do goleiro Felipe serão tratadas de forma amigável e com o diálogo profissional que o caso demanda", revelou Robalinho, em seu perfil oficial no Twitter.

Felipe tinha contrato até o final de 2015, contudo, perdeu espaço com a efetivação do jovem Paulo Victor, e não atua desde 20 de julho de 2014 - derrota para o Internacional, por 4 a 0, no Beira-Rio, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a postura irredutível da comissão técnica, o arqueiro não pediu para sair e disse não abrir mão dos valores que tinha direito.

O ex-camisa 1 rubro-negro cobra do Flamengo um montante que pode ultrapassar a casa dos R$ 4 milhões de reais, com pendências envolvendo luvas, direito de imagem e multas - bem como a parcela por sua transferência junto ao Braga, de Portugal, que ocorreu em dezembro de 2011.

Defendendo a formação da Gávea, Felipe disputou 188 partidas e sofreu 200 gols. Neste ínterim, o arqueiro, natural do Rio de Janeiro-RJ, conquistou uma Copa do Brasil (2013) e duas edições do Campeonato Carioca (2011 e 2014).


Fonte: FOTSTATS

Imprimir