Cidadeverde.com
Geral

Johnny Depp pode pegar até dez anos de prisão por entrar com seus cachorros na Austrália

Imprimir

A polêmica criada ao ter entrado ilegalmente com seus dois cachorros da raça Yorkshire Terrier na Austrália pode custar caro para Johnny Depp. Nesta segunda-feira, um comitê do Senado australiano afirmou que o ator vai enfrentar uma ação judicial e, caso seja considerado culpado, pode pegar até dez anos de prisão, além de correr o risco de pagar uma multa no valor de US$ 265 mil.

No começo deste mês, a estrela da franquia "Piratas do Caribe" se viu em apuros ao entrar com seus dois cachorros, Pistol e Boo, na Austrália por um jato privado, violando importantes leis de quarentena do país.

Segundo o jornal "Sidney Morning Herald", uma investigação sobre o incidente concluiu que a entrada dos cachorros não fora previamente declarada. As autoridades só descobriram que os bichinhos estavam no país após funcionários de uma pet shop posarem com os dois e divulgarem a foto nas redes sociais.

Quando a notícia saiu, Barnaby Joyce, ministro da Agricultura da Austrália, ameaçou sacrificar os cachorros caso Depp não os retirasse do país em um período de 50 horas.

"Se você começar a permitir que estrelas do cinema — mesmo que eles tenham sido eleitos duas vezes o homem mais sexy do mundo — entrem em nosso país com animais de estimação, então por que não permitir que todos desobedeçam as leis?", questionou o ministro.

No dia seguinte à ameaça, Depp levou Pistol e Boo de volta aos Estados Unidos.

Fonte: O Globo

Imprimir