Cidadeverde.com
Geral

Notícia da Manhã esclarece dúvidas sobre a Esclerose Múltipla

Imprimir

O Notícia da Manhã, desta terça(25), falou sobre Esclerose Múltipla, no quadro Saúde. No Brasil, a doença atinge 13 em cada 100 mil pessoas.

Trata-se de uma doença autoimune, degenerativa, que afeta o sistema nervoso central. Não tem cura, mas com o tratamento, à base de medicação fornecida pelo SUS, o paciente tem uma melhor qualidade de vida.

Os primeiros sintomas da doença podem passar despercebidos pelo paciente e são: Tontura, visão turva e dormência nos membros. A maioria vai a vários médicos até obter o diagnóstico de Esclerose Múltipla. A ressonância magnética e uma punção lombar são alguns dos exames que detectam o mal. Quanto mais cedo for descoberta a doença melhor para o paciente e seu tratamento.

Em Teresina existe uma associação que reúne 49 pessoas com esclerose. Esse grupo de pacientes promove atividades em comum, onde dividem experiências. A presidente da entidade, Lúcia Almeida, disse que é comum as pessoas confundirem esclerose múltipla com um problema mental. “Acham que ter esclerose múltipla é ficar “gagá”, ficar esclerosado, não ter mais consciência das coisas, quando na verdade não é nada disso, não é uma doença mental”, afirmou.

No estúdio do Notícia da Manhã, o médico neurologista, Kelson Almeida, informou que a doença acomete mais mulheres jovens, podendo surgir a partir da adolescência.

O doutor ainda ressaltou que os remédios administrados durante o trabalho diminuem o número de surtos.

Veja na íntegra o quadro Saúde sobre Esclerose Múltipla!

Marcelo Lopes

[email protected]

Imprimir