Cidadeverde.com
Cidades

Adutora de Pedra Redonda vai beneficiar 45 mil habitantes

Imprimir

O Governo do Estado está fortalecendo o abastecimento de água no semiárido piauiense a fim de garantir melhorias para centenas de famílias. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) vem desenvolvendo um trabalho a fim de assegurar um desenvolvimento sustentável nesta região. Com a participação das comunidades e especialistas na área hídrica, a pasta realizou no último final de semana, na cidade de Simplício Mendes, audiência pública para tratar sobre a implantação do projeto da adutora de Pedra Redonda.

Presidida pelo secretário Ziza Carvalho, a audiência contou com a apresentação de todo o projeto que será a consolidação de uma solução definitiva visando resolver a problemática do abastecimento humano da população de onze municípios que serão contemplados com o projeto.

De acordo com Ziza Carvalho, o sistema adutor principal, atenderá diretamente a oito sedes municipais, destacando Conceição do Canindé, Simplício Mendes, Isaías Coelho, São Francisco de Assis do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo, Lagoa do Barro do Piauí, Capitão Gervásio de Oliveira e Queimada Nova. “Além destes, o projeto contará com os sistemas independentes, compreendendo melhorias nos sistemas individuais de abastecimento nas sedes dos municípios de Bela Vista do Piauí, Campinas do Piauí e Nova Santa Rita. Serão 42 localidades com sistema de chafarizes públicos ao longo do caminhamento do sistema adutor principal”, explica o secretário.   

A expectativa é contemplar mais de 45 mil habitantes. A adutora terá uma extensão de 229.169,57 metros. O sistema possuirá uma estação de tratamento do tipo dupla filtração, com capacidade de tratamento para final de plano de 84,92 litros por segundo. Com um investimento de R$ 147 milhões, o projeto tem um volume total reservado de 2.210 metros cúbicos

“A partir de agora, nosso trabalho é buscar as fontes de recursos para darmos início à obra. O projeto é de extrema importância para a região que enfrenta a seca no estado”, ressalta o secretário Ziza Carvalho.

O presidente da Codevasf, Felipe Mendes, disse que a  conclusão da obra vai possibilitar uma grande mudança na economia de muitos municípios, possibilitando a mudança na vida de milhares de famílias. Já o engenheiro Norbelino Lira de Carvalho, destacou a importância do sistema adutor para as cidades que serão beneficiadas. O engenheiro Marcos Craveiro enfatiza que o sistema conta com 13 estações elevatórias, cuja potências variam de 25 cv a 150 cv, com uma potência total instalada final do plano de 876 cv.

A audiência contou a presença de várias autoridades, dentre elas: Romildo Mafra, superintendente de recursos hídricos da Semar, Adão Wallace representando a Agespisa e os prefeitos Heli de Araújo Moura Fé, de Simplício Mendes e a vice-prefeita Edimary Paulo, prefeita e vice-prefeito de Lagoa do Barro do Piauí, prefeito de Bela Vista do Piauí, de Campinas do Piauí, Conceição do Canindé, de Nova Santa Rita do Piauí, de São Francisco de Assis do Piauí, Raimundo Júlio vice-prefeito de Queimada Nova, muitos vereadores, secretários municipais, além de representantes de órgãos e entidades,lideranças políticas e comunidade.

 

Da Editoria de Cidades
[email protected] 

Imprimir