Cidadeverde.com
Esporte

Técnico leva encomendas de Sarah para a China

Imprimir
Fotos: Fábio Lima/Cidadeverde.com

Expedito puxa da mala a bandeira do Piauí: "Foi a 1ª coisa que coloquei"

 
O técnico de Sarah Menezes, Expedito Falcão, embarcou no Aeroporto Petrônio Portella na noite desta segunda-feira (4) em direção a Pequim, na China, onde deve se encontrar com a judoca na próxima quarta-feira. Na bagagem, além dos seus pertences, ele leva encomendas para a primeira mulher do Piauí a disputar uma Olimpíada. Encomendas pedidas por ela e outras que ele julgou necessárias levar para a Vila Olímpica.
 
Sarah pediu garrafas de suco, já que seu estoque acabou. Essa é uma das artimanhas usada pela atleta nas viagens para fora do país, quando ela não se acostuma com a comida e a bebida locais. Barras de ceral também estão na reposição de estoque da piauiense, que já levou os mantimentos no final de julho. "Acabou o suco e ela pediu mais", disse Expedito.

Além disso, o treinador comprou três livros que ele considera importantes para a reta final de concentração da piauiense antes de sua participação histórica. Antes de mais nada, um Guia Chinês para não pagar mico em Pequim. Depois, palavras de motivação nas páginas escritas por Augusto Cury, em "Nunca desista dos seus sonhos", e Roberto Shinyashiki, em "O segredo dos campeões". A judoca já levou na bagagem, também do último autor, "Tudo ou nada".
 
Ah, um item não pode faltar para quem vai ficar fora da área técnica. Na arquibancada do ginásio da Universidade de Ciência e Tecnologia de Pequim, Expedito promete ficar bem visível nas câmeras, e perto de Sarah. Para ajudar na identificação, um agasalho do Brasil, e uma bandeira do Piauí. "Foi a primeira coisa que coloquei na mala. Temos que parar com besteira e ter orgulho de ser piauiense em qualquer lugar", concluiu, antes de despedir do Cidadeverde.com.

Tags:
Imprimir