Cidadeverde.com
Entretenimento

Renato Aragão se emociona em homenagem em Gramado

Imprimir

Edison Vara / Pressphoto /Divulgação

Renato Aragão dedica troféu a Oscarito
 
Homenageado com um Kikito especial, o humorista Renato Aragão salvou a noite de abertura da 36ª edição do Festival de Gramado. Na noite deste domingo, na serra gaúcha, o criador do personagem Didi Mocó recebeu o troféu oficial do evento pela carreira de 47 filmes.

O bom humor e uma dose de crítica à concorrência com Hollywood no mercado de exibição nacional marcaram seu agradecimento no palco do Palácio do Cinema.

Apesar de uma inversão na agenda, pois a homenagem deveria acontecer entre os dois filmes da noite, o público prestigiou e aplaudiu.

"É uma honra ser reconhecido pela vertente cinematográfica da minha trajetória", disse o trapalhão. "Para mim esse prêmio é muito importante porque nem todos acreditavam no valor de um humor popular quando comecei".

Pouco antes, durante uma entrevista com jornalistas, ele havia dito que ser reconhecido como um cineasta já era um grande prêmio.

Aragão lembrou também que iniciativas como o festival e a premiação consolidam a marca do cinema nacional, cada vez mais combalido frente ao poder dos "blockbusters", como são chamados os filmes de grande orçamento de Hollywood. "Enquanto títulos americanos conseguem 3.500 salas em todo o País, meu último filme só foi exibido em 80 salas", comparou.

Emocionado, ele dedicou o Kikito a Oscarito (1906-1970), comediante muito popular no período das chanchadas da Atlântida. "Foi ele que me fez fazer cinema", disse.

A merecida homenagem talvez fosse mais simbólica se o festival tivesse lhe outorgado o tradicional Troféu Oscarito, que este ano será de Walmor Chagas.
 
 
Fonte: Terra
Tags:
Imprimir