Cidadeverde.com
Últimas

Diego cai, chora e perde a chance de conquistar 1ª medalha na ginástica

Imprimir

Desolado, Diego Hypolito deixou o tablado com lágrimas nos olhos: "Não acredito, não acredito"

O Brasil também demorou a acreditar. O sonho do ouro olímpico nunca esteve tão próximo de se realizar, mas uma queda no fim da série no solo encerrou as chances de conquistar, pela primeira vez, uma medalha para a ginástica brasileira. Bicampeão mundial no aparelho, o paulista de Santo André somou 15.200 pontos e ficou no sexto lugar na final.

O campeão foi o chinês Zou Kai, com 16.050 pontos. A prata ficou com Gervasio Deferr, da Espanha, com 15.775, e o bronze, com Anton Golotsutskov (15.725).

Após dois erros de seu principal rival, o romeno Marian Dragulescu, o  brasileiro entrou no tablado confiante para fazer história. De cabelo raspado, assim como no Pan-Americano, foi cauteloso e optou por não utilizar o Hypolito, movimento criado por ele. Àquela altura, nada poderia atrapalhar seu caminho até o pódio. E deu tudo certo nas primeiras passadas. A série transcorreu perfeita, mas, no fim, ao tentar um duplo twist grupado, o ginasta não conseguiu altura suficiente. O sonho de quatro anos desmoronou no chão.

Enquanto o brasileiro chorava copiosamente, o chinês Zou Kai via se aproximar mais um ouro para seu país, campeão por equipes no masculino e no feminino. Com Diego e Dragulescu fora da briga, ele só precisou executar uma série correta para garantir a nota 16.050. A torcida foi à loucura, ciente de que o pódio estava praticamente garantido.

O Ginásio Nacional ainda viveu mais um momento dramático, com a queda do israelense Alexandr Shatilov, que também não conseguiu completar sua série. Único com chances de roubar o ouro da China, o espanhol Gervasio Deferr cometeu erros, mas fez o suficiente para garantir a prata. O pódio estava definido.
 
Diego, de cabeça baixa, já não prestava atenção nos concorrentes. Pela primeira vez em uma decisão, ele tinha cometido um erro fatal. A classificação final no solo ficou assim:
 
1. Zou Kai 
2. Gervasio Deferr 
3. Anton Golotsutskov 
4. Fabian Hambuechen 
5. Kohei Uchimura 
6. Diego Hypolito 
7. Marian Dragulescu 
8. Alexandr Shatilov 

Primeiro brasileiro na final
Diego Hypolito foi o primeiro ginasta brasileiro a participar de uma final olímpica. Até então, a melhor posição alcançada por um atleta do país era de Mosiah Rodrigues, que ficou em 33º lugar nas Olimpíadas de Atenas, em 2004. No feminino, a melhor colocação até o momento foi o quinto lugar de Daiane dos Santos no solo durante os Jogos da Grécia.


Fonte: G1


Tags:
Imprimir