Cidadeverde.com
Esporte

EUA "mascara" derrota para a China no quadro de medalhas

Imprimir

Apesar dos oito ouros do recordista Michael Phelps, os norte-americanos não estão liderando o quadro de medalhas, como fizeram nas três últimas edições dos Jogos. A China, dona da festa, é a líder absoluta --até esta segunda-feira, são 39 medalhas de ouro, contra 22 dos Estados Unidos.

Mas a imprensa americana não quer assumir a "derrota" olímpica, e esconde a liderança chinesa. A estratégia é simples: ao invés de classificar os países pelo número de medalhas de ouro, como é de costume, usam como base o número total de medalhas. Dessa forma, os EUA, com 72, ultrapassam a China, com 67.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) sempre ordenou os países pelo número de medalhas de ouro. Em seu website, estão disponíveis os resultados de todas as edições do torneio até aqui.

Um exemplo é a primeira edição dos Jogos, em 1896, em Atenas, na Grécia. Os Estados Unidos terminaram a edição no primeiro posto, com 11 medalhas de ouro, sete de prata e duas de bronze (total de 20 medalhas). Os gregos ficaram com o segundo lugar na classificação geral, com 10 medalhas de ouro, 17 de prata e 19 de bronze (total de 46).

O jornal "The New York Times", o mais tradicional do país, exibe o quadro dessa forma, mantendo os norte-americanos em primeiro pelo total de medalhas. O "Sports Illustrated", braço esportivo da rede CNN, faz o mesmo. E não são os únicos. Os diários "Los Angeles Times" e "USA Today", entre outros, seguem a mesma linha.

Em contraponto, o site oficial da Olimpíada de Pequim mantém a tradição: a China ainda é a primeira colocada. Curiosamente, os outros países que competem por posições também seguem essa linha, sem alterar nada --como o o alemão "Spiegel", o italiano "Gazzetta dello Sport" e a rede britânica "BBC".

O Brasil é o 38º no quadro de medalhas, com uma medalha de ouro e cinco de bronze. Caso o ranking fosse elaborado com base no total de conquistas, o Brasil estaria na 21ª colocação.

Na história dos jogos, o retrospecto é totalmente favorável aos norte-americanos: são 918 medalhas de ouro, 2262 no total. Na segunda posição, a já extinta União Soviética têm apenas 395 de ouro e total de 1010 --a Rússia soma separadamente.

Esta é a 26ª edição dos Jogos Olímpicos. Os Estados Unidos terminaram com a primeira colocação em 15 oportunidades --não venceram as edições de 1900, 1908, 1912, 1936, 1956, 1960, 1972, 1976, 1988 e 1992. Não participaram em 1980.
 
Fonte: Folha Online
Tags:
Imprimir