Cidadeverde.com
Entretenimento

Festival de Teatro realiza oficinas para artistas

Imprimir

Palestras e oficinas movimentam as  manhãs do 1º Festival de Teatro Lusófono (FestLuso), que reúne representantes de 6 países de língua portuguesa até o dia 30 de agosto, em Teresina.

As oficinas são destinadas a atores, bailarinos, coreógrafos, dramaturgos, diretores, músicos, escritores em geral e artistas que desejam aprimorar conhecimentos na arte da interpretação.
 
Segundo Francisco Pellé, organizador do FestLuso ,o evento teve a preocupação de além promover o encontro entre os países de língua portuguesa também trabalhar  a qualificação do participantes trazendo grandes nomes para promover palestras e oficinas.

A coreógrafa brasileira Lenora Lobo é a responsável pela Oficina Corpo Cênico que  está acontecendo até o dia 27 no Teatro Municipal João Paulo Segundo, no Dirceu. Esta oficina se propõe a introduzir e vivenciar o trabalho corporal e expressivo do ator bailarino a partir dos princípios do Teatro do Movimento, explica Arimatan Martins, curador e presidente do Grupo de Teatro Harém.

O corpo é a fonte da expressão, de onde brota a arte do movimento, o teatro e a dança. É a própria expressão, o artista de si, preparado para a cena e a incorporação de sua arte, acrescenta Lenora Lobo.

A Voz do Personagem também é tema de uma oficina que esta sendo ministrada pelo português Joaquim Paulo Nogueira até o dia 30, no Teatro Estação. A oficina ou atelier será um espaço em que jovens autores, ou pessoas interessadas em trabalhar com os processos e metodologias da escrita teatral, irão subordinar-se a uma experiência muito concreta de exploração e reflexão sobre a personagem enquanto elemento fundamental da construção de um texto dramático, explica Joaquim Paulo.

A portuguesa Gisela Cañamero é a responsável pela oficina Criação Teatral que será ministrada nos dias 27,28 e 29 na Escola Técnica Gomes Campos, próximo ao Verdão.
 
Criadora de espectáculos, encenadora e dramaturga, Gisela tem um  trabalho marcado   por intensa atividade enquanto pedagoga e vai colocar toda a sua experiência e vivência na àrea artistica em vários países da europa a disposçao dos participantes da oficina,diz Arimatan Martins.
Tags:
Imprimir