Cidadeverde.com
Esporte

Atlético PR elimina São Paulo; Botafogo se classifica

Imprimir
O torcedor que compareceu ao Morumbi na noite desta quarta-feira teve de esperar mais de 90 minutos para ter alguma emoção. Em um jogo arrastado, São Paulo e Atlético-PR empataram em 0 a 0 e levaram para os pênaltis a decisão da vaga para a próxima fase da Copa Sul-Americana. Nas penalidades, o Furacão levou a melhor por 4 a 3 e se classificou para enfrentar o vencedor de Araguas (VEN) e Chivas (MEX).



Durante a semana, o técnico Muricy Ramalho já havia tirado a responsabilidade dos meninos para o jogo. Mas com um Morumbi vazio ? recebeu o pior público do ano ?, a pressão sobre os recém-promovidos da base foi ainda menor. Assim, o que se viu foi um time mais solto em campo.

O São Paulo começou bem, arriscando com finalizações de fora da área. As primeiras foram com Sérgio Mota e Oscar, mas não levaram perigo ao goleiro Vinícius. Ambos entenderam bem as instruções de Muricy e não se omitiram em nenhum momento, sempre aparecendo para o jogo.

Do outro lado, o Furacão poupou os gringos Ferreira e Julio dos Santos. O ataque ficou enfraquecido, mas mesmo assim incomodou bastante a zaga são-paulina. O lance mais perigoso foi no fim do primeiro tempo.
Chico foi lançado e chutou de pé esquerdo, tirando de Rogério Ceni. A bola passou raspando a trave direita.

Os garotos são-paulinos equilibraram bem o jogo, sem deixar o Atlético crescer. Só foi difícil segurar as subidas de Márcio Azevedo, sempre perigoso pelo lado direito da defesa tricolor. O lateral cruzava, mas nenhum rubro-negro aparecia para finalizar.

Mas o ritmo foi caindo conforme o tempo passava. Parecia que a classificação não faria diferença para nenhum dos times. Com o jogo terminando quase meia-noite, o sono do torcedor deve ter aumentado bastante.

Os minutos finais, aliás, foram um marasmo só. São Paulo e Atlético já estavam conformados com a disputa dos pênaltis. O único susto foi em um chute de Pedro Oldoni, que exigiu grande defesa de Rogério. Fora isso, os pouco mais de 3 mil presentes no Morumbi viram pouquíssimo futebol.

Nos pênaltis, Rogério Ceni iniciou a disputa marcando seu gol, com paradinha e tudo. Alan Bahia e Juninho perderam na seqüência. Depois, todos fizeram seus gols, com exceção do garoto Oscar, que chutou para defesa de Vinícius.

Botafogo 5 x 2 Atlético MG

O Botafogo não tomou conhecimento e goleou o Atlético-MG por 5 a 2, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Lucio Flavio, com dois golaços, Jorge Henrique, Carlos Alberto e Leandro Almeida (contra) decretaram mais um triunfo da equipe comandada por Ney Franco. Lenílson (2) amenizou a dor dos mandantes.


Agora, ambos os times voltam às suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Glorioso recebe o Náutico, sábado, no Engenhão. Já o Galo tentará "juntar os cacos" no embate diante da Portuguesa, domingo, no Canindé. Com o resultado, o Glorioso se qualificou para as oitavas-de-final e agora pega o vencedor do confronto entre os colombianos América de Cali e Desportivo Cali.

No primeiro duelo, 2 a 0 para o time do América. Os dois voltam a se enfrentar no dia 16 de setembro. Pela competição internacional, o Botafogo jogará nos dias 24 de setembro e 1º de outubro.

Tags:
Imprimir