Cidadeverde.com
Política

João de Deus defende Lula e diz: "orquestração para destruir o PT"

Imprimir

 

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a mulher dele, Marisa Letícia, e mais seis pessoas no âmbito da Operação Lava Jato. O petista foi denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Para o deputado piauiense João de Deus (PT), assim como Dilma Rousseff, Lula é inocente e há "uma orquestração para destruir o Partido dos Trabalhadores". 

"As forças políticas desse país contrárias ao nosso projeto vêm se organizando desde 2002. A partir daí, de forma desesperada, eles tentaram de toda forma inviabilizar o governo da presidenta Dilma... cassaram ela sem  que fosse comprovado a existência de crime (isso está claro). Até hoje não há desvio de conduta dela. Eles cumpriram a 1ª etapa que foi tirar a Dilma. A 2ª etapa é inviabilizar o presidente Lula para 2018", acredita João de Deus. 

O petista defende que as denúncias contra Lula são infundadas. Em entrevista ao Notícia da Manhã, ele disse que o Ministério Público Federal recorre à Teoria do Domínio do Fato, mesma justificativa para as condenações no caso do Mensalão. 

"Eles estão utilizando a mesma teoria que condenou o José Dirceu, na questão do Mensalão. O próprio procurador disse ontem que não tem provas cabais contra o Lula, mas tem convicção. Isso deixa claro que os indícios não podem condenar o Lula, reitera. O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu foi condenado a 23 anos e três meses de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção passiva, pertinência (participação) à organização criminosa  e lavagem de dinheiro por seu envolvimento no esquema investigado pela Operação Lava Jato

Sobre Lula ter sido chamado de "comandante máximo de esquema criminoso”, o piauiense resumiu: "Eles precisam primeiro condenar e depois encontrar o crime.

O piauiense também falou sobre o polêmico triplex que pertenceria ao ex-presidente e, mais uma vez, criticou o Ministério Público Federal. 

"Como pode o MPF- que tem o papel de zelar pela Justiça e pela verdade- pelo fato de não ter encontrado absolutamente nada contra o Lula, tentar agora de toda forma dizer e impor para a sociedade brasileira que esse apartamento pertence ao Lula. Se pegarmos o histórico do ex-presidente, ele não tem contas na Suíça, não tem fazendas e mora no mesmo apartamento. Já se tratando de outros políticos...", finaliza João de Deus. 

Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir