Cidadeverde.com
Últimas

Arma que matou criança de Campo Maior é de um familiar próximo

Imprimir

As circunstâncias que resultaram na morte do pequeno P. S. S., 9 anos, na cidade de Campo Maior (78km de Teresina), estão prestes a ser completamente esclarecidas. O crime, que aconteceu no último dia 10 de agosto, chocou toda a população da cidade. O garoto foi encontrado morto com um tiro na cabeça próximo à residência onde morava e com supostas marcas de violência sexual.

De acordo com o delegado Baker Martins, titular do 2º DP campomaiorense e responsável pelas investigações, o caso deve chegar ao fim até a próxima sexta (5). ?Só falta recebermos mais um exame de criminalística que deve ser entregue na segunda (1º) e ouvirmos mais duas pessoas?, diz.

Baker afirma que prefere não pode revelar os resultados sem os últimos depoimentos, mas adiantou que algumas testemunhas afirmaram ter visto o crime e que a arma utilizada era de uma pessoa da família. Sobre o indício de estupro revelado por um laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Teresina, o delegado também é cauteloso. ?O laudo afirma que foram identificadas fissuras anais, mas não registra sangramento. Isso pode indicar que algo pode ter acontecido até 21 dias antes do crime. É preciso ter cuidado nessas afirmações (de estupro)?, analisa.
 
Local onde o corpo do garoto foi encontrado.
 
Leia também:
 
 
 
Carlos Lustosa Filho
Tags:
Imprimir