Cidadeverde.com
Geral

Juiz suspende entrega de massará; Promotor nega direito de resposta para o PSDB

Imprimir
A coligação "Teresina que muito mais" obteve duas vitórias na Justiça Eleitoral nesta sexta-feira (5). A primeira veio com a proibição da Prefeitura de Teresina em distribuir qualquer material de construção na cidade, após denúncias da coligação do PT. Depois, um promotor deu parecer desfavorável aos tucanos quanto a um pedido de direito de resposta no horário eleitoral, a respeito do "Caso Massará".
 



O juiz Teófilo Ferreira, da 1ª Zona Eleitoral de Teresina, concedeu liminar determinando a suspensão da distribuição de material de construção, em ação impetrada pela coligação Teresina quer muito mais. Na decisão, Teófilo determina cumprimento imediato da ação. Além da coligação "Teresina cada vez melhor", foram notificados o prefeito Sílvio Mendes e o vice Elmano Ferrer, ambos candidatos à reeleição.

A coligação tucana tem cinco dias para apresentar sua defesa. Sob o pedido de cassação do registro de candidatura do prefeito, Teófilo Ferreira só vai julgar o mérito do caso depois de receber as alegações da defesa.

Ainda no caso Massará, iniciado após denúncias da oposição de que a prefeitura estaria distribuindo material de construção para moradores da zona norte, o promotor Luís Gonzaga Rêbelo, da 16ª Zona Eleitoral, emitiu parecer negando o pedido de direito de resposta feito pelo PSDB, que queria ocupar espaço na propaganda de Nazareno Fonteles para rebater as acusações. Luís entendeu que não há prejuízo à candidatura de Sílvio, e que as imagens apresentadas entre as provas geram dúvidas e não tem confirmação sobre a participação do candidato.

De acordo com o promotor, o direito de resposta só será concedido pelo que rege o artigo 58 da Lei Eleitoral, quando há acusações caluniosas, difamatórias, ou inverídicas. Luís Gonzaga disse que a acusação precisa ser investigada pela Justiça, e já esta tendo seu mérito analisado pelo juiz Teófilo.

Yala Sena (flash)
Fábio Lima (da Redação)
[email protected]
Tags:
Imprimir