Cidadeverde.com
Esporte

Com novo recorde mundial, Lucas Prado é ouro 100 m T11

Imprimir
Imbatível, o homem mais rápido do mundo nos Jogos Paraolímpicos de Pequim confirmou seu favoritismo e venceu a prova dos 100 rasos na classe T11. Lucas Prado ganhou com facilidade a decisão e levou a medalha de ouro com o recorde mundial, 11s03.



Soberano em toda a corrida, quase foi o primeiro para-atleta a sair da casa dos 11 segundos, por apenas três centésimos. "Foi muito treinamento e dedicação. Treinei o ano todo para isso, dei a volta por cima após muitas contusões, e taí a primeira medalha de ouro do atletismo", falou eufórico o medalhista ao canal SporTv após a prova.

Seu principal adversário, o angolano José Armando nem chegou a assustar Lucas e ficou com a medalha de prata, com a marca de 11s35. O bronze foi para Tresor Makunda, da França.

Mas o primeiro ouro não é o bastante para o obstinado corredor. "Ainda temos outras provas por aí e não posso deixar essa medalha me afetar para não conquistar outras. Treinei muito e conquistarei mais", declarou Lucas, que é um dos favoritos nos 200 m e 400 m rasos.

Aos 23 anos, o atleta brasileiro agradeceu a todos por mais um feito na carreira. "Consegui esse recorde graças ao apoio de muitas pessoas que me ajudaram e agora vou trabalhar para mais medalhas".

Na final B da mesma categoria, que não vale medalhas, nova vitória verde-amarela, com Daniel Silva. Com o tempo de 11s56, ele superou dois concorrentes da África para terminar em primeiro lugar, além do compatriota Felipe Gomes, quarto colocado.
Tags:
Imprimir