Cidadeverde.com
Entretenimento

Robin Thicke é acusado de agredir filho de 6 anos

Imprimir

Fonte: Divulgação

Paula Patton, ex do músico, pediu uma ordem de restrição


Dono do hit “Blurred Lines”, Robin Thicke foi acusado de agredir o filho, Julian, de 6 anos. O menino teria dito à mãe, Paula Patton, e a pessoas de seu colégio que o pai "lhe dá socos frequentemente".


O herdeiro disse que as agressões aconteceram mais de uma vez. A própria escola entrou em contato com Departamento de Proteção à Criança e à Família, no último dia 3, segundo o “TMZ”.


A ex-mulher do músico entrou com uma ordem de restrição e pediu que ele tivesse encontro supervisionados com o menino. Inclusive, ela alegou que Julian está com medo do parente.


Thicke, por sua vez, se defendeu das acusações. “Em casos raros e apenas como última alternativa, eu recorro a um tapa leve, que vai de acordo com a lei: de mão aberta e no bumbum. Esse é o tipo de disciplina que eu e Paula concordamos durante nosso casamento."


O famoso afirmou que a ex ficou contra ele depois de não ter sido convidada para o velório do ex-sogro, Alan Thicke, em dezembro.


“Paula não tinha uma boa relação com meu pai e sempre fazia comentários negativos sobre ele. Sendo assim, ela não foi bem-vinda em seu funeral", finalizou.

 

Fonte: Famosidades

Imprimir