Cidadeverde.com
Geral

Maternidade divulga nota e nega afastamento de médico

Imprimir

Uma suposta denúncia contra o ginecologista Felizardo Batista foi divulgada na última quinta-feira (19). A acusação seria de uma paciente que afirma ter sido abusada sexualmente durante uma consulta. A mulher teria saído aos prantos da clínica e prestado depoimento da Delegacia da Mulher do Centro. 

O médico atua na maternidade Santa Fé e, por causa da polêmica, a instituição chegou a divulgar uma nota de suspensão do profissional, mas depois voltou atrás e afirmou que Felizardo Batista continuará trabalhando regularmente até que as acusações sejam provadas.

O diretor administrativo da Santa Fé, Antônio Pádua Carvalho, explicou ao Cidadeverde.com que devido à falta de provas e com base na boa reputação do médico - que trabalha no local há décadas - não afastará o profissional de suas atividades, conforme foi divulgado em nota pela instituição.

"Não há nenhuma prova, nenhum registro na maternidade de acusações contra o Dr. Felizardo Batista. Nem mesmo a delegada Vilma Alves veio nos procurar para que prestássemos esclarecimentos. Não há nada. Ele tem o direito de se defender. Tínhamos até feito uma nota de suspensão, mas chegamos à conclusão de que não poderíamos afastar um profissional sem que haja prova, com base apenas numa suposta acusação de abuso. O médico trabalha na maternidade há vários anos e não houve, nesse tempo todo, nenhuma acusação contra ele", enfatiza o diretor. 

Antônio Pádua considera o médico "um jovem de destaque no cenário da ginecologia e obstetrícia, muito procurado pelos pacientes e referência para outros profissionais da área, em procedimentos de média e alta complexidade". Ele disse ainda que o Conselho Regional de Medicina (CRM) não foi acionado.

O Cidadeverde.com tentou contato com a delegada Vilma Alves, que teria recebido a denúncia contra o médico, mas os números estavam desligados. A redação recebeu a informação de que Vilma está acompanhando a filha, que passou por uma cirurgia recentemente. 

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir