Cidadeverde.com
Últimas

Três estudantes da Ufpi são identificados por incêndio em ônibus

Imprimir


Delegado Ademar Canabrava. Foto: Cidadeverde.com

Policiais do 12º Distrito Policial identificaram três universitários suspeitos de tentar incendiar um ônibus no dia 09 de janeiro deste ano. O caso aconteceu dentro do campus Ministro Petrônio Portela, da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), no Ininga, zona Leste de Teresina.

Segundo o titular do 12º DP, delegado Ademar Canabrava, uma das estudantes já foi reconhecida pelo motorista do ônibus como uma das pessoas que entrou no veículo e pediu que os passageiros descessem. 

“Temos ainda imagens de câmeras da universidade, que mostram ela liderando o grupo que se reuniu minutos antes do incêndio, dentro do campus. Ela é fácil de ser reconhecida, porque é alta e tem um cabelo característico”, argumenta o delegado. 

Canabrava disse ainda que outro estudante é investigado também pelo incêndio a outro ônibus que foi completamente consumido pelo fogo, na avenida Frei Serafim, na mesma data. O 1º DP está responsável pela investigação. 

Com o grupo, o delegado disse que foram apreendidos máscaras e recipientes com gasolina. Eles podem responder por incêndio criminoso, atentado ao patrimônio e ainda associação criminosa.  

O ato dos manifestantes ocorreu dentro de uma série de protestos realizados em reação ao reajuste da tarifa de ônibus coletivo, que aumentou de R$2,75 para R$3,30, no início de janeiro. Apesar de terem tarifa congelada em R$1,05, os estudantes realizam protestos contra o aumento. 

Atualizada às 16:58

O advogado de uma das estudantes entrou em contato com o Cidadeverde.com e afirmou que a sua cliente foi ouvida apenas com testemunha. Ele negou a informação do 12º DP de que a universitária é suspeita de tentar atear fogo no ônibus. 

 

 


Flash de Maria Romero
Redação Caroline Oliveira
[email protected]

Imprimir