Cidadeverde.com
Geral

Mentor de sequestro de empresária de Teresina continua foragido

Imprimir
  • prisao-15.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-14.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-13.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-12.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-11.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-10.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-09.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-08.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-07.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-06.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-05.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-04.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-03.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-02.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-01.jpg Foto: Roberta Aline/Cidade Verde

Continua foragido o mentor do sequestro da proprietária de uma rede de farmácias de manipulação, no último dia 29. O delegado Ademar Canabrava informou nesta terça-feira (4) que além dele, uma outra pessoa ainda está sendo procurada. A maior parte do dinheiro e das joias roubadas ainda não foram encontrados. Três pessoas foram presas, uma foi lberada. 

"Quando fizemos as prisões, eles disseram que o mentor do crime ficou com a maior parte do dinheiro roubado. Recuperamos algumas coisas, mas muito ainda está com ele. O mentor do crime e uma outra pessoa ainda estão foragidos, acreditamos que cinco pessoas participaram da ação criminosa", informou o delegado. 

Ele destacou que prefere manter a identidade dos dois últimos suspeitos em sigilo para que as investigações não sejam prejudicadas. Ao todo, foram roubados US$ 2 mil (dois mil dólares) - que foram recuperados - e R$ 60 mil, além de joias e um carro. Os dólares e cerca de R$ 9 mil, além do carro, foram encontrados. 

"O restante do dinheiro eles afirmam que está ainda com esse mentor", declarou. 

O delegado ainda lamentou que Giciele de Oliveira Costa Brito, de 23 anos, presa suspeita de envolvimento, já esteja solta. Os outros dois presos foram Felipe Fernandes Carvalho, de 23 anos, Huglison de Oliveira Amorim, de 30 anos. Este último é marido de Giciele. 

"No mesmo dia ela foi liberada, só colocou a tornozeleira eletrônica e está solta. Duas equipes de policiais estiveram envolvidas nisso, na busca para prender, e a pessoa é solta no mesmo dia", contou. 


Maria Romero
[email protected]

Imprimir