Cidadeverde.com
Política

Presidente do PMDB defende critérios para divulgação de pesquisas

Imprimir
O presidente em exercício do PMDB, deputado Warton Santos, acredita que a pesquisa eleitoral interfere no resultado da eleição. Segundo o deputado, após ler o livro ?A Cabeça do eleitor?, do cientista político Alberto Miranda fica claro que a pesquisa influi na escolha do candidato, isso se for levado em conta a credibilidade do instituto que a executa, mas deveria ter como principal finalidade a avaliação interna do partido que a solicita.

Foto: Alepi/Divulgação

?São tantos os institutos que realizam esse tipo de pesquisa no Piauí, que quando se analisa no capítulo do livro o tema pesquisa eleitoral, ele faz uma análise qualitativa, sobretudo da pesquisa de campo e a qualidade do pesquisador, então o candidato ou partido político devem ter cuidado na escolha do instituto. Isso é fundamental?, afirmou Warton.

O peemedebista coloca que as pesquisas costumam deixar os candidatos aflitos, e afirma que não acredita em uma eventual mudança de dez por cento para mais ou para menos, no resultado das urnas a dez dias das eleições.

Warton Santos considera que o tema ?pesquisa eleitoral? deve ser debatido na Reforma Política, estabelecendo um prazo para a divulgação dos resultados. ?Acredito que dois meses antes das eleições seria o ideal para a divulgação das pesquisas. Até um mês antes já influencia no resultado. Daí a importância do horário político para deixar os eleitores informados?, pontua.
 

[email protected]

Tags:
Imprimir