Cidadeverde.com
Últimas

Parlamentares de 1988 na Constituinte criticam emendas à Constituição

Imprimir
Fotos: Yala Sena/Cidadeverde.com

O ex-prefeito de Teresina, Jesus Tajra, foi um dos homenageados

A Conferência Estadual dos Advogados, realizada desde ontem no auditório da Justiça Federal, homenageia na noite desta quinta-feira (25) os parlamentares que fizeram parte da constituinte, pela passagem dos 20 anos de promulgação da carta magna, marco da retomada da democracia no país. Vários deles comentaram a realidade brasileira após a constituição, e criticaram o número de emendas feitas ao texto original das leis.

O ex-governador Hugo Napoleão condenou tantas mudanças. Ele cita o exemplo dos Estados Unidos, que em 200 anos fizeram cerca de 30 emendas a sua carta magna, contra 62 do Brasil em apenas duas décadas. Ele concorda com o grupo que defende uma nova revisão das leis, já que as mudanças de 1993 foram insuficientes, e aponta necessidades nos aspectos tributário e político.




O hoje senador Heráclito Fortes (DEM/PI) disse que viveu um momento histórico, em que teve a oportunidade de conviver com grandes lideranças políticas do Brasil, como Mário Covas, Fernando Henrique Cardoso, Nelson Jobim, entre outros. Ele ressaltou que o Brasil avançou nesses anos, mas a Constituição não é perfeita, em especial por ter previsto uma economia fechada, diferente do que ocorre hoje. Apesar da estabilidade democrática, Fortes defende reparos.

Mudanças elencadas por Felipe Mendes, hoje secretário municipal de Teresina. Ele diz sentir uma grande frustração com as emendas, mas admite avanços no Brasil, apesar de uma necessidade maior de cumprimento das leis. Em relação a alterações necessárias, o gestor apontou que a parte econômica precisa ser revista para alavancar investimentos maiores, e defendeu mudanças na área sindical e na relação entre capital e trabalho.
 



LIBERDADE
 
Para o empresário Jesus Tajra, o grande mérito da Constituição Federal foi promover o estado democrático de direito. ?A carta magna foi criada com o espírito de liberdade, tornar o povo livre, sem as amarras do passado recente. Um dos pontos culminante da Constituição e o capitulo da garantia dos direitos individuais?, destacou o constituinte que é diretor-presidente da TV Cidade Verde.
 
Porém, Jesus Tajra, destaca que o poder público é quem mais investe contra a Constituição desrespeitando as suas normas. Ele condenou também as excessivas emendas e classificou como um momento histórico a promulgação da Constituição.
 
?Sinto honrado e orgulhoso de ter recebido o mandato do povo piauiense que me possibilitou a elaborar e escrever a carta que é o fundamento do nosso estado democrático de direito?, afirmou.

Além dos citados, estão sendo homenageados Mussa Demes, Átila Lira, Jesualdo Cavalcante, José Luiz Martins Maia, Miriam Portela, Paes Landim, Paulo Silva, João Lobo, Chagas Rodrigues, Álvaro Pacheco, e ainda o presidente da Assembléia Legislativa, Themístocles Filho, e o secretário de Governo, Kléber Eulálio.



Yala Sena (flash do auditório da Justiça Federal)
Fábio Lima (da Redação)
redacao@cidadeverde.com
Tags:
Imprimir