Cidadeverde.com
Geral

Capitão da Polícia Militar é morto a tiros em restaurante de Timon

Imprimir
  • timon5.jpg Junior Andrade
  • timon4.jpg Junior Andrade
  • timon3.jpg Junior Andrade
  • timon2.jpg Junior Andrade
  • timon1.jpg Junior Andrade

O capitão da  Polícia Militar do Piauí, Antônio Carlos Pinto de Farias, foi assassinado a tiros no restaurante Pindá na avenida Presidente Médici, em Timon. O crime ocorreu por volta das 13h enquanto o policial almoçava. Segundo testemunhas, ele frequenta o lugar diariamente e estava à paisana.

A coronel Júlia Beatriz, que esteve no local, informou que dois criminosos tentaram assaltar o restaurante e o policial teria reagido contra eles. O capitão ainda conseguiu balear um dos suspeitos, que foi socorrido pelo Samu e levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O outro conseguiu fugir.

"O capitão estava almoçando quando os dois assaltantes entraram e anunciaram o assalto. O PM estava à pasaina e reagiu atingido um dos criminosos no peito, já ele foi atingido na cabeça com um tiro", afirmou o Major Pires, da PM de Timon.

O PM morreu na hora. A polícia busca imagens de câmeras de segurança da região para auxiliar nas investigações. A arma usava pelo assaltante foi encontrada próximo ao corpo do policial.

Natural de Parnaíba, o capitão ingressou na PM em 1991 e era lotado em Teresina. A esposa do capitão também pertence aos quadros da Polícia Militar, bem como uma irmã. Ele morava em Timon. 

O velório do capitão aconteceu em Teresina na Capela de São Sebastião, a igreja da PM durante a noite de ontem e na madrugada o corpo foi levado para Parnaíba, cidade natal do oficial, onde será enterrado. No litoral, o velório acontece na Pax União, no centro da cidade.

Júnior Andrade (Especial para o Cidadeverde.com)
Rayldo Pereira
[email protected]

 

Imprimir