Cidadeverde.com
Esporte

"Elemento surpresa", Francisco Medeiros Neto quer pódio no PI

Imprimir


Francisco Medeiros Neto nunca foi apontado como favorito nas competições que disputa, e sempre chega como surpresa nos torneios. Já é até característica dele, que ele terá de perder para ser confirmado como um dos principais judocas do país. Nada melhor que o Campeonato Brasileiro Sênior em Teresina para que o piauiense de 20 anos largue a fama de azarão para ser visado pelos adversários. Surpreendendo mais uma vez.

O histórico de Neto é peculiar. Em 2004, quando todos esperavam uma chuva de medalhas de ouro do Piauí no Campeonato Brasileiro Juvenil em São Luís, o judoca então com 16 anos faturou o único ouro do torneio, que contou com nomes como Samuel Azevedo e Sarah Menezes amargando a medalha de prata. No ano seguinte, na seletiva para o Sul-Americano Júnior em Teresina, foi o único do Estado a faturar a vaga em casa, contrariando até expectativas dos técnicos em relação ao desempenho d e outros atletas.

Desde então, o judoca começou a conhecer a América do Sul graças ao esporte. Equador, Colômbia e outros países já carimbaram o passaporte do estudante, que agora estréia na categoria Sênior. "Treinei tudo o que já tinha treinar e estou super ansioso para que esse campeonato comece logo. Todo mundo pergunta na faculdade como vai ser e, que eu vou aparecer na TV Cidade Verde. E estou chamando todos para torcerem por mim no Iate Clube", disse Neto ao Cidadeverde.com.

Mas porque ele é surpreendente? Além de sempre "comer pelas beiradas", Neto conta com o fato de ser desconhecido. Quando foi campeão brasileiro em 2004, ele era meio-leve (até 66kg). Quando passou a ser Júnior, fugiu da concorrência com Benito Mussolini Neto e subiu para os leves (até 73kg), onde conquistou dois sul-americanos. Agora, ele estréia entre os meio-pesados (até 81kg). "Da lista, não lutei com ninguém ainda, mas também sou um desconhecido. É uma experiência nova e é ótimo não entrar como favorito", declarou Neto.


Neto com Nilo Carvalho: duas esperanças de medalha

Amigo de Nilo Carvalho, de quem foi contemporâneo ao começar no judô com o sensei Ubirajara Queiroz, Francisco Medeiros Neto treina hoje com Abdias Queiroz Filho, e está confiante com a chance de subir no pódio em casa. Para tanto, ele espera a torcida no ginásio do Iate Clube neste sábado, na disputa individual, e no domingo, no torneio por equipes. A entrada é só um quilo de alimento não perecível. Quem não puder comparecer, acompanha as lutas de Neto e todos os piauienses na TV Cidade Verde.

Fábio Lima
[email protected]
Tags:
Imprimir