Cidadeverde.com
Política

Em Curitiba, governador diz que Sérgio Moro quer ganhar por “WO”

Imprimir

Em Curitiba para apoiar o ex-presidente Lula, que mais uma vez presta depoimento ao juiz Sérgio Moro, o governador Wellington Dias (PT) disse, se referindo as eleições 2018, que o magistrado está querendo ganhar por WO. Lula é réu em ação penal que o acusa de receber propina da Odebrecht.

“O que querem aqui a partir do que faz o senhor Sérgio Moro é ganhar por WO. Se o presidente Lula fosse tudo isso que dizem, qual medo de enfrentá-lo nas urnas? E eleição sem Lula em 18 é fraude. É isso que nós não aceitamos. Não é só por solidariedade ao cidadão Lula é em defesa do Brasil”, afirmou em vídeo que circula nas redes sociais.

Para o governador do Piauí, estão perseguindo o projeto político do ex-presidente para o país. “O que acontece com o Lula, acontece com o Brasil. Não é o Lula que está colocado aqui nessa perseguição, é um campo político, um projeto político”, disse o governador, ao lado da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Ainda de acordo com Wellington Dias, tudo não passa de um teatro. Enquanto isso, segundo ele, o patrimônio do país está sendo vendido.

“Enquanto fazem esse teatro, estamos vendo um desmonte do nosso país. Estão entregando nossas maiores riquezas. O país está de joelho. Olha o que estão fazendo com o setor elétrico. Olha o desmonte na área trabalhista”, declarou, ressaltando que está em Curitiba na defesa do Brasil. 

“Queremos um pais que possa pensar todas as regiões. Estamos contra a criminalização da política”, finalizou.

Assista ao vídeo:

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

 

 

 

Imprimir