Cidadeverde.com
Esporte

Mudança na data da pesagem divide judocas em Teresina

Imprimir
O presidente da Confederação Brasileira de Judô, Paulo Wanderley, relatou durante congresso técnico do Campeonato Brasileiro Sênior em Teresina, nesta sexta-feira (10), que a CBJ ainda testa mudanças no formato dos torneios, antecipando em um dia a pesagem dos judocas. O dirigente disse na capital piauiense que a mudança facilita a organização do evento esportivo, e acredita que a mesma seja benéfica também aos atletas, dando a entender que é quase certa a aprovação da mudança em definitivo. O Cidadeverde.com ouviu vários atletas, e parte deles não pensa bem assim.

A pesagem é obrigatória para confirmar se os atletas estão dentro do peso de cada categoria, e vários que não conseguem usam de artimanhas, como correr por várias horas antes de subir na balança, para poder terem a inscrição confirmada. Técnicos avaliam que a pesagem no dia anterior às competições favorece o judoca psicológicamente, já que ele pode se concentrar somente nos combates. Antes, as pesagens eram feitas de manhã bem cedo, horas antes do torneio, o que atrasava ainda o sorteio das chaves e início do campeonato.

Alguns judocas, no entanto, não concordam com a medida. Ouvidos pelo Cidadeverde.com sem compromisso de se identificarem, vários judocas, alguns deles considerados "de elite", se queixaram de que a pesagem favorece aos atletas que se esforçam menos para perder peso. Nesses casos, quem se sacrificou nos últimos dias para perder dois quilos e ficar abaixo de 73kg para lutar nos leves, por exemplo, terá horas para recuperar o peso antigo e lutar com 75kg. "Isso só prejudica quem está treinando dentro do peso", disse um judoca após a pesagem.

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com
Tags:
Imprimir