Cidadeverde.com
Esporte

UEFA Champions League recupera equilíbrio e tem no mínimo oito candidatos

Imprimir

Equilíbrio é um aspecto que ficou longe da UEFA Champions League nos últimos anos. Em 2017/2018, o panorama é bem diferente. Finalistas das últimas quatro edições, Real Madrid, Barcelona, Juventus e Atlético de Madrid seguem fortes, sobretudo pela manutenção de boa parte de seus respectivos elencos. 

Três deles, inclusive, têm o mesmo técnico da temporada anterior. Zinedine Zidane, Massimiliano Allegri e Diego Pablo Simeone permanecem à frente de suas equipes. O Barça é o único com um comandante novo: Ernesto Valverde substitui Luis Enrique.

Outras equipes também se reforçaram para a disputa do torneio. PSG, Manchester City, Manchester United e Chelsea aparecem como outros postulantes à taça. O Real Madrid é o grande favorito à conquista. Bicampeão europeu de forma consecutiva, o time de Zidane não perdeu nenhum de seus principais atletas e ainda buscou alguns reforços que podem contribuir, como Dani Ceballos.

Embora tenha perdido Neymar, o Barcelona manteve Lionel Messi, Luis Suárez e Andrés Iniesta. O mercado não ajudou tanto o time catalão, que fracassou nas buscas por Marco Verratti, Philippe Coutinho e Ángel Di María. Mas as chegadas de Ernesto Valverde e Ousmane Dembélé deu novo ânimo ao clube.

A Juventus é quem mais trocou o elenco e perdeu um grande defensor - Bonucci se transferiu para o Milan. Mas a manutenção de Massimiliano Allegri e a chegada de Matuidi mantêm a equipe italiana como favorita à conquista.

O Atlético de Madrid segurou sua principal estrela - Antoine Griezmann - e o técnico Diego Simeone para a atual temporada. A forma de jogar da equipe a credencia às conquistas. É possível que Diego Costa, fora dos planos do Chelsea, reforce o time a partir de janeiro.

O Paris Saint-Germain quebrou o recorde de transferência no mercado da bola e anunciou Neymar por 222 milhões de euros. O craque brasileiro não foi o único reforço de peso da equipe. Kylian Mbappé, destaque do Monaco na temporada anterior, também chegou ao Parc des Princes.

O Manchester United manteve José Mourinho, Paul Pogba e Zlatan Ibrahimovic - trio especialista na competição continental. E contratou Romelu Lukaku, belga que defendia as cores do Everton. A força do elenco o credencia à taça da Champions League. 

O City também vive em viés de alta. O time de Pep Guardiola fez muitas trocas no plantel e aparece como um dos favoritos, sobretudo pela boa forma da dupla Sergio Agüero e Gabriel Jesus.

Na Inglaterra, o Chelsea é outro clube que conta com favoritismo. Campeão inglês com amplo domínio, os Blues entram reforçados para a disputa da UEFA Champions League.


Fonte: GOAL

Imprimir