Cidadeverde.com
Política

Base aliada se enfrenta na maioria das cidades com 2º turno

Imprimir

Os partidos da coalizão de governo, que dão sustentação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, se enfrentam na maioria das cidades brasileiras onde haverá segundo turno. Em 18 dos 30 municípios onde os candidatos voltam a se enfrentar no segundo turno, em 26 de outubro, os dois partidos que concorrem pertencem à base aliada no Congresso.

São eles: Ananindeua (PA); Anápolis (GO); Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campos (RJ); Canoas (RJ); Florianópolis (SC); Macapá (AP); Manaus (AM); Mauá (SP); Pelotas (RS); Petrópolis (RJ); Porto Alegre (RS); Rio de Janeiro (RJ); Salvador (BA); Santo André (SP); São José do Rio Preto (SP); e Vila Velha (ES). Em encontro com integrantes do PMDB, o presidente Lula afirmou que não deve ir a cidades em que houver mais de um aliado na disputa.

No entanto, o presidente pode voltar às cidades do ABC paulista, seu berço político, no segundo turno, assim como fez na primeira etapa da disputa: é o caso de Santo André, em que o petista Vanderlei Siraque disputa com Aidan Ravin (PDT), e Mauá, onde Oswaldo Dias (PT) enfrenta Chiquinho do Zaíra (PSB).

Além disso, o presidente pode gravar mensagens para os petistas e pleiteantes apoiados pelo PT que concorrem com candidatos da base aliada nas capitais. É o caso do Rio, onde ele deve aparecer ao lado de Eduardo Paes (PMDB), que enfrenta Fernando Gabeira (PV).

Dois petistas que concorrem nas capitais também esperam o apoio de Lula: a deputada federal Maria do Rosário, que enfrenta o prefeito José Fogaça (PMDB) em Porto Alegre, e o deputado federal Walter Pinheiro, que também disputa com o prefeito João Henrique Carneiro (PMDB).

Após reunião com Lula na última quarta (8), o ministro das Relações Institucionais, José Múcio, afirmou que "poucos" terão a presença de Lula. ?A presença física do presidente poucos terão. Ele pode ir a lugares que já foi no primeiro turno, como São Bernardo do Campo, São Paulo e Santo André?, salientou.

Maior empenho
Embora ainda haja dúvida sobre a participação efetiva do presidente nas cidades onde os candidatos da base se enfrentam, ele já anunciou que se empenhará para eleger os petistas em pelo menos dois locais: São Bernardo do Campo e São Paulo.

Nas duas cidades, ex-ministros de seu governo tentam o comando das prefeituras. Em São Paulo, Marta Suplicy disputa com Gilberto Kassab (DEM). A primeira pesquisa do segundo turno mostrou a petista em desvantagem, o que fez o presidente voltar à capital paulista já na primeira semana de campanha do segundo turno. Lula disse que Marta sofre de "preconceito".

 

Fonte: G1

Tags:
Imprimir