Cidadeverde.com
Política

Ex-governadores participam de evento e criticam atual gestão

Imprimir

Quatro ex-governadores do Piauí participaram nesta terça-feira (10), na Fiepi, do Líder Piauí 2017, evento promovido pela Associação dos Jovens Empresários do Piauí (AJE/PI). Zé Filho, Wilson Martins, Hugo Napoleão e Freitas Neto falaram das perspectivas de futuro e, principalmente, do presente. 

Os ex-governadores responderam às perguntas elaboradas por jornalistas, empresários e estudantes que participaram do evento. Todos foram unânimes em afirmar a falta de investimento no Estado pelo governo atual que, segundo eles, vai administrando o Piauí com recursos de empréstimos federais e com o aumento de impostos.

"Temos um Piauí que não tem gestão, que não tem dinheiro, está atrasando recursos para os hospitais. A máquina não é compatível com o tamanho do Estado", disse Zé Filho.

Para Freitas Neto, há mais política que gestão no Piauí. "Discutir o estado é sempre bom. O encontro se propõe a discutir o futuro do Piauí. O estado vive hoje sem saber se vai pagar o funcionalismo no mês seguinte. O segundo estado mais rico do país quebrou, aqui nós não temos uma economia sólida. Se não parar para fazer menos política e mais gestão, nós não teremos um Piauí que almejamos. Não temos gestão", afirmou.

Segundo Wilson Martins, o Piauí está na contramão da crise. "Estamos vivendo um verdadeiro desgoverno. Enquanto o país enfrenta a crise, aqui estamos contramão, aumentando o número de cargos, sem planejamento, sem foco na gestão pública. um governo que não sabe fazer contas", criticou.

Hugo Napoleão falou que o potencial do Estado precisa ser mais aproveitado. "É pensar na água. O Piauí tem metade da água de subsolo de todo o Nordeste brasileiro. Tem sol o ano inteiro e tem uma cadeia dominial que responde bem, cujas propriedades são corretas do o ponto de vista jurídico. Precisamos fazer do Piauí um celeiro de alimentos. A grande agroindústria. O mundo precisa comer e é isso que o Piauí tem a oferecer dentre outras grandes vantagens como indústrias e turismo. Mas esse é o foco principal do nosso desenvolvimento", afirmou.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Tags: governadores
Imprimir