Cidadeverde.com
Esporte

Público decepciona e CBF venderá ingressos no Maracanã

Imprimir
A CBF diminuiu os preços dos ingressos, tentou atrair o público com a promessa de um espetáculo, mas até o fechamento das bilheterias da terça-feira o objetivo está longe de ser alcançado. A entidade divulgou que 30 mil ingressos já foram vendidos para o jogo entre Brasil e Colômbia, que acontece nesta quarta-feira, no Maracanã, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.



Em meio a um grande tumulto, o meia Kaká quebrou uma tradição e colocou seus pés na calçada da fama do Maracanã nesta terça-feira. A solenidade foi realizada antes de a seleção brasileira fazer um reconhecimento de gramado para a partida contra a Colômbia, na próxima quarta, válida pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Antes mesmo da chegada do ônibus da seleção brasileira ao Maracanã, um grande contingente de pessoas se aglomerava para ver a homenagem a Kaká. A concentração tornou-se ainda maior depois que o jogador desembarcou no estádio, e ele passou a ser acompanhado com enorme interesse por lentes e flashes.

Com isso, a entidade máxima do futebol nacional decidiu abrir as bilheterias do Maracanã nesta quarta-feira para a venda de entradas. Até a noite desta terça-feira, a informação divulgada era que o estádio não teria comercialização de ingressos no dia do jogo.

A situação repete o cenário visto no empate sem gols entre Brasil e Bolívia, quando as vendas decepcionaram, as bilheterias do Engenhão foram abertas no dia da partida, mas pouco mais de 26 mil pessoas, segundo estimativas da Polícia Militar, estiveram no estádio.

A mobilização do público está bem aquém do esperado e nas ruas cariocas pouco é comentado sobre a seleção. Nas bilheterias, os últimos dois dias foram de tranqüilidade e as filas eram reduzidas no local.

Nesta terça-feira, quando a seleção fez o treino de reconhecimento no gramado do Maracanã, pouco mais de 15 torcedores se aventuraram a tentar entrar no estádio para acompanhar a atividade.

O clima é totalmente diferente da última passagem da seleção pelo estádio. Em outubro do ano passado, o mesmo Maracanã recebeu a partida entre Brasil e Equador, com mais de 70 mil ingressos sendo vendidos três dias antes da realização do confronto.

Durante toda a preparação da seleção em Teresópolis, na última semana, os jogadores cansaram de repetir que esperavam atrair o público com uma boa atuação na Venezuela. O time goleou por 4 a 0, mas a procura pelos ingressos segue decepcionando e está bem abaixo, por exemplo, do confronto entre Flamengo e Atlético-MG, que tinha registrado mais de 66 mil ingressos vendidos na véspera do confronto. No final, mais de 77 mil pagantes assistiram à derrota do rubro-negro carioca por 3 a 0, no último sábado.
Tags:
Imprimir