Cidadeverde.com
Esporte

Lewis Hamilton confirma supremacia nos EUA e conquista pole position

Imprimir

Lewis Hamilton conquistou sua 11ª pole position do ano neste sábado, em Austin, no Texas. Depois de dominar todos os treinos livres para o GP dos EUA, o líder do campeonato não deu chances para possíveis surpresas e quebrou o recorde de volta mais rápida do Circuito das Américas duas vezes neste treino classificatório para garantir a primeira posição no grid de largada, cravando 1min33s108.

Sebastian Vettel, principal concorrente de Lewis Hamilton pelo título mundial nesta temporada não conseguiu fazer frente ao rival e teve de se contentar com o segundo lugar no grid de largada, já que cravou 1min33s347. Quem ficou logo atrás do piloto alemão foi Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes, que cruzou a linha de chegada em 1min33s

A Mercedes realmente vem fechando as portas para a Ferrari neste final de semana. Além de possibilitar o britânico a garantir a pole position, a equipe também assegurou uma boa posição no grid de largada a Valtteri Bottas, que encerrou a sessão com o terceiro melhor tempo (1min33s568). O finlandês dividirá a segunda fila com o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, que teve como melhor volta a completada em 1min33s577.

Estreante na Renault, Carlos Sainz novamente surpreendeu com o desempenho mostrado na pista e garantiu um importante oitavo lugar para a equipe francesa no grid de largada (1min34s852). Fernando Alonso, da McLaren, também tem motivos para comemorar, uma vez que levou o carro ao Q3 e pôde encerrar a prática com o nono melhor tempo ao cravar 1min35s007.

Felipe Massa, eliminado nos últimos instantes do Q2, ficou com 11º tempo (1min35s155), entretanto, deverá ganhar uma posição por conta da punição a Max Verstappen, que perdeu 15 posições pela troca de câmbio. Brendon Hartley, da Toro Rosso, Nico Hulkenberg, da Renault, e Stoffel Vandoorne, da McLaren, também largarão no final do grid por alterações mecânicas.


Fonte: Gazeta Press

Imprimir