Cidadeverde.com
Política

Nova direção do PSDB no Piauí vai convidar ex-tucanos para retornarem ao partido

Imprimir

Foto: Alepi

De olho nas eleições de 2018, a nova direção do PSDB no Piauí vai convidar ex-tucanos a retornarem ao partido. Eleito na semana passada para comandar a sigla, o deputado estadual Firmino Paulo admitiu buscar o retorno de nomes com o do ex-prefeito Sílvio Mendes, do ex-secretário Washington Bonfim e até da primeira-dama Luci Silveira, que se filiaram ao Progressistas. 

"Nós ainda temos prazo e o que não vai faltar vai ser convite da nova direção estadual do PSDB para que essas pessoas venham a retornar ao ninho tucano", disse Firmino Paulo, em entrevista ao Cidade Verde Notícias desta segunda-feira (13). 

"Podemos convidar, nós temos prazo. Eles podem se filiar ao partido até abril com o objetivo de se candidatar no próximo ano e o nosso trabalho vai ser fazer esses convites para fortalecer o partido", acrescentou. 

Firmino Paulo também reafirmou o desejo de ter o PSDB com candidaturas majoritárias. Ainda que o prefeito de Teresina, Firmino Filho, não deseje disputar a eleição para governador, outros nomes, com o ex-governador Freitas Neto, poderiam encabeçar uma chapa tucana. "A partir desse momento vamos fazer os convites para que possamos até abril ter uma chapa competitiva". 

Conjuntura nacional
O presidente do PSDB no Piauí espera que a sigla tenha chapa de consenso nas eleições internas - processo que tem provocado divisão no partido. Firmino Paulo também espera que os tucanos deixem a base de apoio ao presidente Michel Temer (PMDB). "Nós não participamos dessa chapa. Nós não votamos em Dilma e nem em Temer. Eu defendo que o PSDB não deveria nem ter entrado no governo", completou. 

 

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Imprimir